Diretor do Dnit sugere colocar fogo em praça de pedágio caso duplicação de rodovia não ocorra - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

01/06/2011 | 04h15

Diretor do Dnit sugere colocar fogo em praça de pedágio caso duplicação de rodovia não ocorra

Luiz Antônio Pagot fez a declaração durante uma reunião na Associação de Municípios do Oeste do Paraná

Em reunião com prefeitos do oeste do Paraná, na sexta-feira passada, em Cascavel, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, fez uma declaração surpreendente, exibida no Jornal Nacional, da Rede Globo.

Aos prefeitos que se queixavam de um trecho da rodovia federal BR-277, que está sob concessão mas não foi duplicado pela empresa, sugeriu:

— Não tem mais o que discutir não, tem que duplicar. Se a empresa não duplicar, tira e põe outra. Entendeu? Não tem, sabe, acabou, então, entendeu? Qualquer coisa vamos queimar as praças de pedágio, vamos tocar fogo nas coisas, entendeu? É desse jeito, só pode ser.

As declarações foram dadas enquanto Pagot discursava em uma reunião na Associação de Municípios do Oeste do Paraná (Amop), e o trecho que aguarda duplicação vai de Cascavel até Medianeira.

São 70 km de estrada, por onde passam turistas que vão a Foz do Iguaçu e caminhões que levam a safra até o Porto de Paranaguá, no litoral do Estado. Nos últimos dois anos, foram mais de dois mil acidentes no trecho, com 84 mortes.

>>>Leia a reportagem completa na Zero Hora desta quarta-feira

ZERO HORA

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros