Plano da Secretaria de Obras Públicas prevê construção de 24 barragens na metade sul do Estado - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

01/06/2011 | 04h44

Plano da Secretaria de Obras Públicas prevê construção de 24 barragens na metade sul do Estado

Região deve ter financiamento para obras priorizado

Em evento da Farsul na capital gaúcha, a Secretaria de Obras Públicas anunciou na terça-feira que elaborou um plano de irrigação com meta de cinco anos, baseado em estudos feitos pela gestão anterior.

A proposta contempla a construção de 24 barragens para a Metade Sul a custo de cerca de R$ 5,5 bilhões. Nos últimos 10 anos, em sete houve estiagem na Campanha.

Esse anúncio gerou reação positiva do secretário de Irrigação do Ministério da Integração Nacional, Ramon Rodrigues, afirmando que irá priorizar a Metade Sul do Estado no que se refere ao financiamento das obras para a construção de barragens.

No entanto, Rodrigues salienta a necessidade de que o governo do Estado reexamine o projeto e estabeleça, dentro dos critérios estabelecidos para a construção, prioridades entre essas 24 barragens. O secretário não entrou em detalhes quanto a valores disponibilizados.

— Sugiro que seja hierarquizado o estudo da construção, selecionando as de custos menores e com os critérios bem claros – disse Rodrigues.

O secretário de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano, Luiz Carlos Busato, concorda com a proposta e afirmou que irá priorizá-los, mas adiantou que serão necessários, no primeiro ano, cerca de R$ 80 milhões para os licenciamentos ambientais e a execução dos projetos.

ZERO HORA

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros