Moradores protestam contra envenenamento de cachorros de rua no bairro Teresópolis - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Porto Alegre09/03/2016 | 15h07Atualizada em 09/03/2016 | 20h11

Moradores protestam contra envenenamento de cachorros de rua no bairro Teresópolis

Animais, que eram cuidados pela comunidade, apareceram mortos

Jéssica Rebeca Weber
Jéssica Rebeca Weber

jessica.weber@zerohora.com.br

Indignados com a morte de cachorros, possivelmente por envenenamento, moradores do bairro Teresópolis espalharam cartazes com as fotos dos animais e faixas pretas indicando luto em postes, troncos de árvores e grades. Eles lamentam a morte dos "cães comunitários" Morena (também conhecida como Vaquinha), Mano (Pretinho) e Vamp (Mona), e destacam: "foram tirados brutalmente do nossos convívio, mas o amor que sentimos por eles ninguém vai tirar". Os cartazes ainda lembram que envenenar animais é crime, e que esse tipo de incidente deve ser denunciado à polícia.

Vendedor de cachorro-quente, Ivandro Debortoli, 38 anos, distribuiu cerca de 30 cartazes há 20 dias. Ele ajudava a alimentar os animais, que haviam sido castrados, vacinados e ganharam casinhas dos moradores na Rua Alfredo Varela.

Leia mais:
Rodoviários aguardam posição da Justiça sobre reajuste
Aumenta para 78 o número de casos de dengue em Porto Alegre  

— Eles não faziam mal a ninguém. Temos que divulgar isso para, em primeiro lugar, as pessoas não pegarem cachorro para depois ir para a praia e abandonar — destaca, relatando que sentiu a perda deles como se fosse a morte de um parente.

Debortoli suspeita que um desses cães foi atropelado e, os outros, envenenados. O representante comercial Marcos Toniazzi, 40 anos, acrescenta que os animais mostrados nos cartazes não são os únicos: diz que, no total, foram encontrados 12 cachorros mortos nas redondezas nas últimas semanas, sendo que um deles também tinha sinais de espancamento.

De acordo com Toniazzi, os moradores que se mobilizaram para confeccionar os cartazes não chegaram a fazer boletim de ocorrência. A 20ª Delegacia de Polícia não tem registros sobre os casos.

Como denunciar?

Envenenamento de animais é crime previsto no artigo 32 da Lei 9.605/1998. Para denunciar, a pessoa pode se dirigir à delegacia de polícia mais próxima ou à Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, do Ministério Público do Estado.

Castração de cachorros de rua

No momento em que uma ou mais pessoas se dispõem a se responsabilizar por um animal de rua, tornando-o um animal comunitário, a Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda) afirma que agenda a data de castração e microchipagem do animal, bem como passa a prestar consultas clínico-veterinárias, cirurgias e internações e vacinação anual. Os contatos devem feitos via telefone 156, opção 9.

Leia mais notícias de ZH Pelas Ruas

Foto: Reprodução / Pelas Ruas


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros