Mais de 1 mil vagas temporárias para o final do ano: veja como se candidatar - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Emprego10/10/2017 | 18h01Atualizada em 10/10/2017 | 18h01

Mais de 1 mil vagas temporárias para o final do ano: veja como se candidatar

Confira também dicas sobre o perfil procurado pelos contratantes

Mais de 1 mil vagas temporárias para o final do ano: veja como se candidatar Tadeu Vilani/Agencia RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS
GaúchaZH
GaúchaZH

Interessados nas vagas temporárias de fim de ano devem ficar atentos para não perder a oportunidade de se inscrever nas vagas que já estão pipocando por aí. Elas são uma boa maneira de começar na empresa e chance de tornar efetivo um emprego que seria passageiro. No Brasil, devem ser criadas 51 mil vagas nos setores de varejo e serviços para o final do ano, segundo levantamento do SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Ainda conforme a pesquisa, os profissionais mais procurados são vendedores (35%), ajudantes (16%) e balconistas (10%).  

Leia mais
Instituto Federal oferece quase 1.300 vagas em cursos gratuitos na Serra
Veja a lista de concursos com inscrições abertas: maior salário chega a R$ 14,5 mil
Concurso nos Correios: salários chegam a R$ 4,9 mil 

A previsão é de que 53% dos varejistas gaúchos contratem temporários neste segundo semestre, de acordo com pesquisa da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). É um aumento de 5,2% em relação ao ano passado. A expectativa da AGV é de que sejam contratados no Estado 5,2 mil trabalhadores. 

A reportagem encontrou pouco mais de 1 mil vagas temporárias para ajudar você a buscar a sua oportunidade. Confira quais são e como se candidatar. Veja também qual é o perfil mais valorizado pelos contratantes e o que muda neste ano para os trabalhadores temporários.

Portal Vagas.com.br

Cargo e vaga: assistente de cadastro (1), em Eldorado do Sul
Inscrições: cadastro neste site

Cargo e vaga: consultor de vendas (1) em Santa Maria 
Inscrições: neste site

Cargo e vaga: consultor de vendas (1) em Lajeado
Inscrições: neste site 

Manpower Group

Cargos e vagas: 500 para as funções de ajudante de vendas, promotor, auxiliar de expedição, operador de caixa, operador de loja, auxiliar de limpeza, fiscal de prevenção e perdas, empacotador e repositor
Inscrições: no site da empresa, clique no botão "Cadastre-se"
Remuneração: parte de R$ 1,2 mil, com vale-refeição, vale-transporte e seguro de vida

Acqua Lokos

Cargos e vagas: 370 para as funções de camareira, monitor de cliente, monitor de estacionamento, atendimento, limpeza, vendas, divulgação, manutenção de piscinas e brinquedos, monitor de animação, recreacionista, artista, coordenador de pessoal e técnico de enfermagem
Inscrições: a seleção será realizada nos dias 19 e 26 de outubro, a partir das 8h. Serão disponibilizadas 200 fichas por dia, conforme a ordem de chegada, no próprio parque (Estrada do Mar, km 50, em Capão da Canoa)
Documentos para levar: carteira de trabalho original, duas fotos 3x4 e cópias da carteira de identidade, do CPF, do título de eleitor e do comprovante de residência. Se tiver filhos menores de sete anos, é preciso levar carteira de vacinação e certidão de nascimento. Para filhos menores de 14 anos, somente certidão de nascimento

AST Facilities

Cargos e vagas: 43 para as funções de técnico em segurança do trabalho, assistente administrativo e promotor de vendas
Inscrições: na agência, que fica na Avenida Júlio de Castilhos, 435, Centro Histórico de Porto Alegre, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 16h30min
Documentos para levar: carteira de trabalho e currículo 
Remuneração: salários variam de R$ 900 a R$ 3,2 mil 

Agências do Sine

No momento da inscrição, é necessário apresentar carteira de trabalho e documentos de identidade.

Alegrete
Cargo e vaga:
empregado doméstico faxineiro (1)
Inscrições: Praça Getúlio Vargas, 46, Centro

Bom Jesus
Cargos e vagas:
promotor de vendas (8), vigia (16) e vigilante (8)
Inscrições: Rua Júlio de Castilhos, 623, Centro

Canoas
Cargo e vaga:
auxiliar de manutenção predial (2)
Inscrições: Rua Ipiranga, 140, Centro, das 8h às 17h

Capão da Canoa
Cargos e vagas:
promotor de vendas (8), vigia (16) e vigilante (8)
Inscrições: Rua Peri, 1.766, Centro

Caxias do Sul
Cargo e vaga:
estoquista (1)
Inscrições: Avenida Júlio de Castilhos, 1.478, Centro

Guaíba
Cargos e vagas:
mecânico de manutenção de máquinas em geral (3) e trabalhador da manutenção de edificações (6)
Inscrições: Rua Acre, 234, Centro

Porto Alegre 
Cargo e vaga:
vendedor de comércio varejista (12)
Inscrições: Rua José Montaury, 31, Centro

São Leopoldo
Cargos e vagas:
cartazeiro (1) e pedreiro (2)
Inscrições: Rua Independência, 490, Centro

Torres
Cargos e vagas:
promotor de vendas (6)
Inscrições: Avenida General Osório, 482, sala 1

Tramandaí
Cargo e vaga:
promotor de vendas (5)
Inscrições: Avenida Emancipação, 1.405

O perfil procurado pelos contratantes no comércio

Educação: o Ensino Médio completo é fundamental para sonhar com uma vaga. O nível educacional é indicativo de que o trabalhador tem as ferramentas básicas para atender bem um cliente.
Estabilidade: um candidato só com experiências anteriores de trabalho curtas (de seis meses, por exemplo) pode perder a vaga. Pode indicar instabilidade emocional ou dificuldade de cumprir metas. Considera-se estabilidade a partir de um ano de atuação.
Experiência: há interesse em um profissional que atuou em áreas diferentes. Um candidato que trabalhou no setor de vestuário e de móveis, por exemplo, mostra capacidade de se adaptar e versatilidade.
Reciclagem: quem não ficou parado no tempo atrai mais os empregadores. Falta de grana não justifica a falta de cursos, palestras ou workshops no currículo. Contam também atividades gratuitas.
Foco: não se procura trabalhador que diga "qualquer coisa serve". Alguém que tem foco, que sabe onde quer atuar, onde procurar as oportunidades, interessa mais ao empregador.

Fontes: Ticiana Casado Teixeira, coordenadora de RH da AST Facilities; Patrícia Palermo, economista-chefe da Fecomércio/RS, Vilson Noer, presidente da AGV, e Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região (Sindha) 

O que muda neste ano para o temporário

Contratação: antes, o contrato temporário era de três meses, prorrogável por mais três: até seis meses. Desde março, a Leia da Terceirização ampliou esse prazo para seis meses, prorrogáveis por mais três: até nove meses.

Direitos: o temporário tem direito a quase todos os direitos de um trabalhador efetivo, com exceção do aviso prévio, multa do FGTS e seguro-desemprego, justamente por se tratar de uma contratação transitória.  

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros