Contagem regressiva para o desligamento do sinal analógico - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

TV Digital12/02/2018 | 03h00Atualizada em 12/02/2018 | 03h00

Contagem regressiva para o desligamento do sinal analógico

A partir de 15 de março, quem não estiver adaptado ficará sem os canais de televisão aberta, entre eles a RBS TV

Dentro de um mês, chega ao Rio Grande do Sul uma das grandes viradas na história da televisão no Brasil. É o completo desligamento do sinal analógico em 107 cidades gaúchas. Esse processo, que começou no final de janeiro, ganhou mais prazo a partir de uma decisão do governo federal, tomada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Foto:

No dia 14 de março, o desligamento será completo em todos esses municípios. E a partir do dia 15, quem não estiver adaptado ficará sem os canais de televisão aberta, entre eles a RBS TV. Conforme a Anatel, o sinal analógico já foi desligado em vários locais do país, como as regiões metropolitanas de São Paulo, Goiânia, Recife, Salvador, Fortaleza e Vitória, no Distrito Federal e em diversas cidades no Interior Paulista.

— É importante lembrar que esse desligamento não será adiado, é uma data definitiva. Por isso, as pessoas ainda não adaptadas à TV Digital perceberão, a partir de agora, inserções mais fortes na programação alertando para o desligamento do sinal analógico — explica o diretor de Tecnologia da RBS TV, Carlos Fini.

Segundo ele, pesquisas apontam que algumas regiões entre Porto Alegre e Caxias do Sul ainda não estão completamente adaptadas. Para quem mora nessa área, a grande dica é aproveitar as ofertas de equipamentos do varejo e os eventos da Seja Digital para entrar na era digital. 

 

Atenção à tela

Durante este último mês, é importante que o telespectador confira se a tela de sua televisão mostra uma letra "A" na tela durante a programação. Isso quer dizer que o sinal recebido ainda é o analógico e que será preciso fazer mudanças para não ficar sem TV. Caso a televisão seja de tubo ou comprada antes de 2012, são necessários um conversor e uma antena digitais. Quem tem uma televisão fininha, comprada depois de 2012, só necessita instalar uma antena para receber o sinal digital. Já quem tem TV por assinatura não precisa fazer a mudança, pois as operadoras já retransmitem o sinal digital.

— Esse prazo final será importante para a adaptação de quem já tem os equipamentos mas ainda não os instalou. E também para as emissoras realizarem seus últimos ajustes no sinal — afirma a gerente regional da Seja Digital, Márcia Cavalcante.

Segundo ela, aproveitar esse mês para instalar antena digital e conversor é ainda mais importante para quem mora nas regiões mais afastadas desses 107 municípios. Isso oferece tempo para que alguma dificuldade de sintonia seja informada à emissora pelo telespectador. 

Mas nem todo mundo precisa comprar o kit digital. Famílias cadastradas em programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família, podem agendar e retirar o kit gratuito para a TV digital. Cerca de 420 mil kits já foram distribuídos no Estado, e cerca de 70 mil ainda esperam por retirada.

Quem tem direito a esse benefício deve acessar o site Seja Digital (sejadigital.com.br/site/kit) ou ligar gratuitamente para o telefone 147 para fazer o pedido dos equipamentos. É preciso ter em mãos o Número de Identificação Social (NIS). Os equipamentos serão entregues no local, dia e horário que as famílias escolherem quando fizerem o agendamento. 


Quem tem direito aos kits gratuitos

- O kit gratuito com antena e conversor é destinado aos beneficiários de programas sociais do governo federal. Quem não é mais, mas já foi beneficiário também pode ter direito.

- O kit é composto de um conversor e uma antena UHF.

- É preciso estar cadastrado ou já ter feito parte de um destes programas: Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Fomento (Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais), Carteira do Idoso, Aposentadoria para pessoa de baixa renda, Brasil Carinhoso, Cisternas, Telefone Popular, Carta Social, ProJovem Adolescente, Tarifa Social de Energia Elétrica, Bolsa Estiagem, Programa Nacional de Reforma Agrária, Programa Nacional de Crédito Fundiário e Crédito Instalação (auxílios a beneficiários da reforma agrária).

- Pessoas que, em algum momento, já participaram de programas sociais do governo devem se informar através do telefone 147 (ligação gratuita) ou então neste site para conferir se estão nessa lista e agendar a retirada de seu kit conversor gratuitamente.


Como solicitar

- Acesse este portal  ou ligue gratuitamente para o telefone 147.

- Tenha em mãos o Número de Identificação Social (NIS).

- Agende a retirada em local, dia e horário da sua escolha.


Desligamento do sinal analógico em cada região do RS

14/03/2018: RBS TV Porto Alegre (Capital, Região Metropolitana e parte do Litoral Norte), RBS TV Santa Cruz (Vale do Taquari), RBS TV Caxias do Sul (Serra)

28/11/2018: RBS TV Pelotas e RBS TV Rio Grande

5/12/2018: RBS TV Santa Maria

Até 31/12/2023: demais regiões


Dúvidas sobre a TV Digital

- 4020-7191 para Porto Alegre e Região Metropolitana

- 0800-051-6336 para demais localidades

- Mais informações neste site 



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros