Guerrinha: "D'Alessandro foi o maestro da virada do Inter" - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra total16/02/2018 | 07h02Atualizada em 16/02/2018 | 07h02

Guerrinha: "D'Alessandro foi o maestro da virada do Inter"

Argentino pifou até o pipoqueiro no Beira-Rio

Guerrinha: "D'Alessandro foi o maestro da virada do Inter" Ricardo Duarte/Internacional
Só deu o gringo na vitória colorada Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Agora foi de virada. No Beira-Rio, regido pelo maestro D’Alessandro, que pifou até o pipoqueiro, o Inter largou atrás no placar, mas teve qualidade e derrotou o Juventude por 3 a 1. Chegou aos 15 pontos, assumiu a ponta e carimbou a vaga na fase final.

Agora, tudo indica que o Colorado vai encarar o São Paulo, domingo, em Rio Grande, com os seus reservas, de olho no Remo, na Copa do Brasil, que passa a ser, no momento, a prioridade no Beira-Rio.

PROTEÇÃO – Que sirva de lição. Sem proteção dos volantes, os laterais Léo Moura e Cortez ficaram expostos, sofreram muito contra o Independiente e quase comprometeram o muito bom resultado obtido na Argentina.

Pelo fato de ter dado uma melhorada nos setores no intervalo, fica fácil deduzir que Renato vai proteger os seus dois jogadores na decisão de quarta-feira.

VAGA – Tudo liquidado. Solto, leve, o Vasco goleou o Jorge Wilstermann, por 4 a 0, e vai apenas cumprir o protocolo no jogo da volta.

O que não se sabe ainda é se o Vascão melhorou após o fiasco na Taça Guanabara ou se os adversários da pré-Libertadores jogam coisa nenhuma.

OBJETIVO – Falta muito pouco. Consciente da necessidade, o São Luiz derrotou o São Paulo, chegou aos nove pontos e ficou perto do primeiro grande objetivo: a permanência na elite do Gauchão para 2019. Se conseguir ficar entre os oito, o ano será perfeito para a turma de Ijuí.

Perguntinha

Quando Arthur volta ao time?

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros