Magali Moraes escreve sobre as gêmeas da Veveta - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Coluna da Maga14/02/2018 | 07h00Atualizada em 14/02/2018 | 07h00

Magali Moraes escreve sobre as gêmeas da Veveta

Magali Moraes escreve sobre as gêmeas da Veveta Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Vou acompanhar bem faceira o crescimento da Helena e da Marina, filhas da musa Ivete Sangalo. Eu e o Brasil inteiro, né. Deixa explicar o motivo. É que eu acho a coisa mais linda do mundo ser/ter/ver gêmeos. Morro de curiosidade sobre o dia a dia, o convívio, a personalidade de cada um. Na minha família, não tem. Então só me resta observar os gêmeos dos outros: irmãs e pais de grandes amigos meus, amigos dos filhos, colegas de trabalho e quem mais eu descobrir que é gêmeo.

Na mesma hora, já levanto a sobrancelha. Sério!?! Conta mais!! É gêmeo igualzinho ou diferente? Muito igual? Muito diferente? Quem é igual por fora é sempre diferente por dentro? Faço as perguntas mais óbvias e poderia ficar horas ouvindo as histórias. Se bem que os gêmeos devem achar isso um saco. Univitelinos se sentem na obrigação de serem simpáticos com quem não conhecem? Descobri que a Michele tinha gêmea quando ela sorriu pra mim no súper. Mas como assim? De aparelho ortodôntico? Prazer! Era a irmã.

Leia outras colunas da Maga

Acarajé

Será que mainha vai dividir com a gente as alegrias da Helena e da Marina? Não quero ver só fotos das gêmeas experimentando o primeiro acarajé, brincando de karaokê com o mano ou dando os primeiros passinhos no axé. Quero entrevistas da Veveta contando com riqueza de detalhes como é ser mãe de gêmeas. Imagina um Encontro da Fátma (que tem trigêmeos) com a Ivete e a mãe da Gisele! Aproveita e já chama a Beyoncé, a Madonna e a Angelina Jolie pra contarem tudo.

Quer saber? Esquece. Tô me sentindo a própria Revista Caras. Chega de famosos. Vou matar a curiosidade como sempre fiz, conversando com amigos do coração que têm a sorte de ter gêmeos na família. Paula e Renata, vou continuar perguntando sobre vocês. Leo e Luísa, idem. Como seria se eu tivesse uma irmã gêmea? Ela escreveria também? E se eu tivesse filhos gêmeos? Tios? Primos? Peraí. Devo ter leitores gêmeos! Aposto que sim. Conta pra mim?


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros