Guerrinha: Everton vai ser ausência sentida contra o Sport - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total12/06/2018 | 07h00Atualizada em 12/06/2018 | 07h00

Guerrinha: Everton vai ser ausência sentida contra o Sport

Em fase espetacular, apontado como um dos melhores nestes últimos jogos, o veloz e habilidoso Éverton levou o terceiro amarelo na vitória sobre o América-MG 

Guerrinha: Everton vai ser ausência sentida contra o Sport Tadeu Vilani/Agencia RBS
Everton levou sua terceira advertência na partida contra o América-MG, no domingo Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Ele vai fazer falta. Em fase espetacular, apontado como um dos melhores nestes últimos jogos, o veloz e habilidoso Éverton levou o terceiro amarelo na vitória sobre o América-MG e desfalca o Grêmio, nesta quarta-feira, em Recife, contra o Sport.

Sem o seu atacante mais efetivo do momento, o time do técnico Renato Portaluppi vai precisar, como nunca, de André, que faz a primeira atuação na antiga casa, está jogando coisa nenhuma e até corre o risco de perder seu lugar para Jael.

Leia mais
Campanha, Cuesta e Damião: a repercussão da vitória do Inter sobre o Santos
Os desfalques que o Grêmio terá nesta quarta contra o Sport

 REGULARIDADE – Fez bem a braçadeira. Após alguns jogos em que deixou a desejar, o menino Rodrigo Dourado voltou a atuar com regularidade, com desarmes decisivos, raros erros de passes, tudo que se exige para quem tem a função de proteger a defesa e fazer o time sair com velocidade para o ataque. 

Essa melhora de desempenho talvez tenha a ver com a decisão do técnico Odair Hellmann, que decidiu entregar a faixa de capitão ao jogador, um sinal de total confiança numa hora complicada.

AMEAÇADOS – Está feia a coisa. Não é de duvidar que, após a parada da Copa, Corinthians, Santos e Atlético-PR voltem ao Brasileirão sob novos comandos técnicos. Pelo que estão fazendo, Osmar Loss, Jair Ventura e Fernando Diniz seguem cada vez mais ameaçados. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho 

 PRÊMIO – Acabou a espera. Como já era esperado, o Pelotas não dormiu de touca, derrotou o Inter-SM outra vez e carimbou o passaporte de retorno para a elite do futebol gaúcho. Prêmio bem merecido para quem comeu o pão que o diabo amassou por tanto tempo na Segundona.

PERGUNTINHA

Quem vai substituir Edenílson?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros