Cacalo: "Começou a campanha para desvalorizar o adversário do Grêmio na Libertadores" - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor31/08/2018 | 07h00Atualizada em 31/08/2018 | 07h00

Cacalo: "Começou a campanha para desvalorizar o adversário do Grêmio na Libertadores"

Maioria das pessoas que estão desvalorizando o Atlético Tucumán sequer conhece os atletas que atuam por lá

Cacalo: "Começou a campanha para desvalorizar o adversário do Grêmio na Libertadores" JOAQUIN SARMIENTO / AFP/AFP
Tucumán eliminou o Atlético Nacional, da Colômbia, nas oitavas de final Foto: JOAQUIN SARMIENTO / AFP / AFP
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Na medida em que foi conhecido o próximo adversário do Grêmio na Libertadores, teve início mais uma vez a campanha para desvalorizá-lo. 

A maioria das pessoas que assim procedem sequer conhecem o Atlético Tucumán, clube do interior da Argentina. Mas, por não ser uma equipe tradicional, desde logo afirmam que é ruim e que será fácil para o Grêmio vencê-la. Repito, sem saberem quem são seus jogadores.

Leia mais
Grêmio deve usar titulares contra o Botafogo, mas Geromel é dúvida
Com saída de Jailson, apenas seis titulares campeões da Libertadores seguem no Grêmio
Quem é o Atlético Tucumán, adversário do Grêmio nas quartas da Libertadores

Essa é a forma que eles têm de tentar diminuir as conquistas tricolores, assim como fizeram no tri da América, quando nosso time derrotou o Barcelona de Guayaquil e o Lanús. E tanto eram bons que o nosso adversário local contratou o centroavante da equipe equatoriana. 

No entanto, nada disso vai adiantar ou tirar o foco gremista na busca pelo tetracampeonato. O objetivo, como foi no ano passado, é vencer mais uma Libertadores. Não sabemos se será possível, mas estamos na luta. Somos o representante do Rio Grande do Sul e, agora, com as poucas equipes que sobraram, também do Brasil. 

E quem não chega à Libertadores?

De qualquer sorte, esse desfazimento dos rivais tricolores me faz pensar: se o nosso adversário é ruim, imaginem como serão aqueles que sequer conseguem chegar a uma Libertadores. Esses são bons, então?

Vamos raciocinar usando a realidade como parâmetro. Isso faz bem a todos e deixa a inveja de lado. Por isso é bom cada um cuidar da sua turma.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros