Comunidade do Jardim Itu, em Porto Alegre, reivindica melhorias na rede de esgoto - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Infraestrutura13/09/2018 | 07h00Atualizada em 13/09/2018 | 07h00

Comunidade do Jardim Itu, em Porto Alegre, reivindica melhorias na rede de esgoto

Moradores reclamam da falta de saneamento básico. Obra dependeria de verbas federais

Comunidade do Jardim Itu, em Porto Alegre, reivindica melhorias na rede de esgoto Tadeu Vilani/Agencia RBS
Comissão batalha por melhorias Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Os moradores do bairro Jardim Itu, em Porto Alegre, clamam por melhores condições no saneamento básico da comunidade. Segundo relatos, há diversos problemas relacionados ao tratamento de esgoto na localidade. O assunto já foi tema de duas reuniões na Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara Municipal. 

A principal reclamação é de que a rede de esgoto do bairro é mista. Assim, o esgoto cloacal é lançado com o pluvial direto no Arroio Passo da Mangueira, que desemboca no Rio Gravataí.

– Desse jeito, o nosso arroio fica todo contaminado – reclama a presidente da Associação dos Moradores do Bairro Jardim Itu, Ione Nichele. 

Leia mais
Esgoto transbordando atrapalha rotina de crianças em creche de Porto Alegre
Moradores compram canos, mas prefeitura não cumpre promessa de obra, em Alvorada

Outra reivindicação da comunidade é a situação dos coletores de fundo. Os equipamentos ficam nos fundos de algumas residências e coletam o esgoto de duas ruas. Com o peso das construções, começaram a se deteriorar e estão estourando nos terrenos dos moradores. É o que acontece na casa de Neila Melo, na Rua Paul Harris. O esgoto da casa do vizinho vaza nos fundos da moradia da aposentada.

– Como os canos estão quebrados, dá o vazamento para o meu terreno. Já estou há um ano e meio solicitando arrumação, acionei diversos órgãos para tentar – relata Neila. 

– Além de ser uma rede sucateada, há a contaminação do arroio e, em dias ensolarados, o cheiro é muito forte – desta a Assistente de Coordenação da unidade de saúde do bairro, Tailia Martins.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 04/09/2018 - Falta de Saneamento no bairro Jardim Itu. (FOTOGRAFO: TADEU VILANI / AGENCIA RBS)
Esgoto desemboca direto no Rio GravataíFoto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Já os moradores da Rua Dr. Paulino Teixeira têm dores de cabeça nos dias de chuva.  A água do Parque da Brigada não é drenada e entra nas casas.

– Queremos o saneamento básico do bairro. Um tratamento de esgoto já – protesta a presidente da Associação.

Projetos dependem de recursos federais

Por meio de nota, a Secretaria de Serviços Urbanos e o Dmae afirmaram que as ruas Paulino Guerra e Paul Harris têm rede mista de esgoto. A coleta é feita por redes pluviais precedidas de tratamento local. 

“O Dmae tem projetos prontos das obras de implantação de redes de esgoto cloacal na região. Para realizar as obras é necessário um grande investimento”,  afirma a nota. 

Em debate sobre o assunto na Câmara na terça-feira (11), a gerente de Planejamento do Dmae, Airana Ramalho do Canto, atestou que a intenção é ligar toda a região à Estação de Tratamento de Esgoto Sarandi. Ela garantiu que os projetos estão prontos, mas as obras dependem da liberação de recursos. Segundo Airana, a prefeitura aguarda a liberação de um financiamento do Ministério das Cidades, no valor aproximado de R$ 120 milhões, para executar macro-obras na região.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros