Cacalo: "O ideal para as equipes é mesclar jovens com atletas mais experientes" - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor07/12/2018 | 07h00Atualizada em 07/12/2018 | 07h00

Cacalo: "O ideal para as equipes é mesclar jovens com atletas mais experientes"

Com essa fórmula, o Tricolor obteve inúmeros títulos

Cacalo: "O ideal para as equipes é mesclar jovens com atletas mais experientes" Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação/Grêmio/Divulgação
Jovens como Leonardo Gomes, 22 anos, e experientes como Maicon, 33 anos, tem de compor o grupo de jogadores Foto: Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação / Grêmio/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

O Grêmio buscará contratações para 2019. Creio que há experientes e conhecedores de futebol no clube para que optem por nomes dentro dos padrões financeiros, considerando, por igual, uma série de aspectos. 

Leia mais
Grêmio planeja contratar reforços para todas as posições de linha em 2019
Grêmio e Cícero não chegam a acordo e jogador fica perto de deixar o clube
Goleador do Grêmio na Copa Ipiranga Sub-20 entra na mira de Barcelona e Real Madrid

Nem me refiro à qualidade técnica, que é circunstância básica para integrar um elenco do nível do Grêmio. Ainda assim, penso que há outros requisitos. Há de se considerar na contratação características que complementem os atuais jogadores. O ideal, e sempre imaginei que deva ser assim, é a mescla entre jovens vindos da base e outros mais experientes. Com essa fórmula, o Tricolor obteve inúmeros títulos. 

Quero dizer com isso que não se pode formar um grupo com ampla maioria de inexperientes, mesmo de ótima qualidade, em face da dificuldade que tais jovens, de maneira geral, têm de aclimatação numa equipe profissional de alta competitividade. Pesa a responsabilidade. 

Verdade

Por outro lado, não considero ideal que seja formado time composto por maioria absoluta de experientes, com idade excessivamente madura, para atuar todos juntos. Por isso, penso que o ponto de equilíbrio é, sem nenhuma dúvida, o pressuposto mais adequado. 

Assim, devemos ter um time nem tão jovem, que sinta a questão emocional, a eventual responsabilidade de vestir uma camisa como a do Grêmio, nem tão maduro, que careça de força física para responder à competição mais forte. Dessa forma, retorno ao início, acreditando que os responsáveis pela formação do futebol gremista estejam cientes dessa verdade.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros