Dados periciais reforçam hipótese de que ex-prefeito de Estância Velha matou a namorada - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Investigação 08/01/2019 | 21h45

Dados periciais reforçam hipótese de que ex-prefeito de Estância Velha matou a namorada

Suspeita é de que Elivir Desiam, 57 anos, tenha se suicidado depois de assassinar Lúcia Bialoso Valença estrangulada

 Informações preliminares que a Polícia Civil de Estância Velha obteve a partir da perícia feita no corpo do ex-prefeito de Estância Velha, Elivir Desiam, 57 anos, reforçam a tese de que o político estrangulou a namorada e depois cometeu suicídio. Conforme o delegado Fernando Branco Pires, fotos feitas pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP) mostram marcas no antebraço do político. A suspeita é de que os ferimentos tenham sido feitos enquanto ele estrangulava a namorada, a funcionária pública Lúcia Bialoso Valença, 35 anos.

Leia mais
Ex-prefeito de Estância Velha é encontrado morto em praia; político teria confessado assassinato de namorada
"Nada indica envolvimento de uma terceira pessoa", diz delegado sobre mortes de ex-prefeito e namorada
"A principal linha de investigação é feminicídio seguido de suicídio", diz delegado sobre mortes de ex-prefeito e namorada

 —  Numa dedução lógica, são ferimentos compatíveis com o de alguém que se lesionou enquanto cometia o estrangulamento. Ela estava com marcas no pescoço e com as unhas quebradas, possivelmente, por tentar uma reação  —  explicou o delegado. 

A Polícia Civil ainda aguarda os laudos finais do IGP para concluir o inquérito. Os investigadores  estão analisando também o extrato telefônico das ligações feitas por Lúcia. Isso foi possível porque a linha estava em nome do ex-marido da vítima. A polícia aguarda ordem judicial para obter os dados do celular do ex-prefeito. 

De acordo com o delegado, familiares e amigos ouvidos nos depoimentos confirmaram que o casal tinham uma relação conturbada e com brigas constantes, embora estivessem com casamento marcado. As principais testemunhas do crime já foram ouvidas.  

O ex-prefeito morreu no posto de saúde de Imbé no dia 29 de dezembro, depois de ter sido encontrado próximo à guarita 130 da praia. Antes disso, teria avisado a ex-mulher que havia matado a namorada e estava se deslocando para o Litoral Norte para cometer suicídio.  

Lúcia teria sido estrangulada com uma corda de um vestido. O corpo foi encontrado enrolado em um cobertor no chão da cozinha da casa onde morava com o ex-prefeito. Junto, havia cerca de R$ 3 mil colocados de forma organizada em meio ao cobertor. 

Desiam foi duas vezes prefeito de Estância Velha e candidato a deputado estadual nas eleições de 2018. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros