Raquel Saliba: "Acredito que a maioria dos colorados esteja feliz com a contratação de Sóbis" - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 

Paixão colorada07/01/2019 | 07h00Atualizada em 07/01/2019 | 07h00

Raquel Saliba: "Acredito que a maioria dos colorados esteja feliz com a contratação de Sóbis"

Atacante está de volta ao clube oito anos após a sua última passagem pelo Colorado

Raquel Saliba: "Acredito que a maioria dos colorados esteja feliz com a contratação de Sóbis" Ricardo Duarte/Divulgação / Internacional
Sóbis é o terceiro reforço do Inter para 2019 Foto: Ricardo Duarte / Divulgação / Internacional

Rafael Sóbis está de volta ao Inter. Oito anos após sua última passagem pelo clube, quando conquistou o bicampeonato da Libertadores, o jogador rescindiu com o Cruzeiro e assinou contrato até o final deste ano com o Colorado. Bastante comedido e, convenhamos, até um pouco "profissional demais" em suas declarações em relação ao Inter enquanto estava em clubes adversários – ou vocês acham que eu esqueci do "vou comemorar se fizer gol, sim" quando o rapaz estava no Tigres? –, não mediu palavras de amor agora:

Leia mais
Sóbis fala sobre retorno ao Inter: "Não faltará empenho e comprometimento"
Inter negocia com Botafogo troca de Alex Santana por Rodrigo Lindoso
Inter confirma permanência de Rithely por mais seis meses

— Todo mundo que convivia comigo sempre soube do amor, sempre soube que eu acompanhava, sempre soube que via os jogos em casa com a camisa do Inter. E, bom, agora estou vestindo sem ter vergonha, sem ter medo, sem ter problema de vestir. 

Sei que não escrevo por toda a torcida colorada, mas acredito que a maior parte dela esteja tão faceira quanto eu ao ver as imagens divulgadas no fim de semana: fardando a camisa 23 e segurando um bandeirão vermelho e branco no gramado do Beira-Rio. VAMOS, SÓBIS!

Mas sejamos cautelosos

Não esqueçam do que escrevi aqui há alguns dias: repatriar jogadores é sempre complicado. Quando o cara tem um passado glorioso, então, a pressão pode atrapalhar. Temos de ter em mente que a cobrança não pode ser a mesma. O grupo é diferente, a idade alterou o estilo de jogo, os adversários mudaram e mais diversos fatores. Tenhamos calma!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros