Moradores da zona norte de Porto Alegre adotam praça - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso14/05/2019 | 09h50Atualizada em 14/05/2019 | 09h50

Moradores da zona norte de Porto Alegre adotam praça

Sem manutenção no local havia mais de nove meses, os moradores decidiram agir: na ausência do poder público, eles mesmos colocaram a mão na massa

Moradores da zona norte de Porto Alegre adotam praça Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Decoração do espaço também foi feita Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

O mato sem corte chegava a mais de um metro na Praça São Marun, bem no limite entre os bairros Jardim Itu e Jardim Sabará, na zona norte de Porto Alegre. Sem manutenção no local havia mais de nove meses, os moradores decidiram agir: na ausência do poder público, eles mesmos colocaram a mão na massa. 

Leia mais
Escola de Sapucaia do Sul pede apoio para construir um galpão
Projeto Passarte recebe doação de 12 toneladas de materiais de papelaria
Moradores esperam há seis meses por reparos na escadaria do bairro São José, na Capital 

Os vizinhos juntaram recursos, compraram uma máquina de cortar grama, tinta e outros instrumentos para tentar melhorar a aparência do espaço de lazer do bairro. O motorista de aplicativo Allan Suárez, 44 anos, uruguaio que reside em terras gaúchas há 16 anos, foi um dos moradores que lideraram a iniciativa. 

Vaquinha 

— Cerca de 25 famílias contribuíram. Fizemos uma vaquinha, diante da dificuldade que vivíamos. Eu não tinha uma máquina boa, então compramos uma profissional. Outras pessoas apareceram para limpar a praça. Começou com muita gente, hoje tem menos — afirma o motorista. 

Escuridão 

Allan relata que também tentou fazer outras melhorias, como a pintura de pneus e plantação de árvores, para decorar o espaço. No entanto, não foi possível para o uruguaio resolver todos os problemas do espaço. 

— A gente tenta fazer o que pode, com os recursos que temos. Pagamos IPTU e temos muitos problemas. Depois das 19h é uma escuridão só, há luminárias apagadas, e há lixo jogado — relata Allan, que cita também a depredação de parte das estruturas, como brinquedos e bancos. 

Para os assentos, ele mesmo — utilizando recursos próprios — iniciou o serviço. Após comprar tinta e pincéis, o morador deu cor a três bancos. Porém, há outros que necessitam de pintura ou reparo, diz o motorista de aplicativo. 

O morador relata que a Praça São Marun é muito utilizada pelos vizinhos — vários deles da terceira idade e crianças. 

— É até uma questão de segurança, falta iluminação e os brinquedos estão bem desgastados. Seria útil termos aparelhos de ginástica para idosos, também — afirma. 

 PORTO ALEGRE,RS,BRASIL.2019,0510.Praça São Marun, Rua Israel Wolf, bairro Jardim Itu, em Porto Alegre ausência de manutenção pelo Município, moradores adotam praçaAssunto da Pauta: Sem manutenção havia mais de nove meses, os moradores resolveram, na ausência do poder público, eles mesmos colocariam a mão na massa. Ainda assim, os brinquedos e a praça necessitam de revitalização.Na foto.Allan Suárez(RONALDO BERNARDI/AGENCIA RBS).
Allan cuida das plantasFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Mata nativa precisa de cuidados 

Em uma grande área que compreende a Praça São Marun, localizada entre as ruas Israel Wolf, Concorde e Airton Martins, o que salta aos olhos de quem visita a área é o verde. Centenas de árvores formam a paisagem do local. Allan afirma que lixo é jogado junto aos vegetais, inclusive próximo a um córrego que passa por dentro da mata. 

— Já achamos postes de madeira e lixo. Nós mesmos limpamos algumas vezes — relata o morador. 

Serviços feitos, diz SMSUrb 

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), afirma que enviou equipes de manutenção para verificar a situação da Praça São Marun e que intervenções de limpeza, capina e roçada foram feitas em 28 de fevereiro. 

A pasta relatou, também, que voltaria ao local na semana passada. Entre quarta e sexta-feira, Allan viu funcionários da SMSUrb limpando partes da praça. 

Quanto aos bancos, quadras e brinquedos, a secretaria diz que, em visita ao local, foi constatado que as estruturas apresentam “bom estado de conservação”, necessitando apenas de pintura. No entanto, não informou datas para estes serviços. Sobre a iluminação, a pasta informou que foi feita uma vistoria na sexta-feira, na qual foi constatada uma luminária queimada, que será trocada nesta semana. 

Produção: Ásafe Bueno

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros