Magali Moraes pergunta: como anda o seu olfato? - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga14/08/2019 | 10h00Atualizada em 14/08/2019 | 10h00

Magali Moraes pergunta: como anda o seu olfato?

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes pergunta: como anda o seu olfato? Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Sabe cheiro de grama recém cortada? Esse é fácil de sentir. E o aroma gostoso de cebola e alho fritando? Inconfundível. Comida cheirosa desperta a fome na rua toda. Café passando é outro aroma delicioso. O nariz também reconhece na hora talquinho de bebê. Quando vira o tempo, dá pra sentir no ar o cheiro da chuva chegando. Até o asfalto cheira melhor graças a ela. Usar sempre o mesmo perfume faz ele virar um cartão de visitas. As pessoas reconhecem de longe. 

Mas será que a gente usa toda a capacidade do nariz pra sentir a imensidão de cheiros ao nosso redor? Li que o olfato é o sentido menos exercitado pelo ser humano. Aliás, tenho passado trabalho pra reconhecer aromas no curso sobre vinhos que estou fazendo. Para ser sommelier, tem muito estudo envolvido. Na hora da degustação, a gente deve perceber inúmeras famílias olfativas. Os defeitos do vinho são identificados primeiro no nariz, depois na boca. Rinite, suma daqui!

Leia mais colunas da Maga

Detalhe

Sentir o aroma frutado em um vinho é moleza. Mas que tipo de fruta? Vermelha, negra, tropical, cítrica? Fresca, madura ou passadinha? Cada detalhe conta. A gente sabe que o vinho ficou num barril de carvalho ao sentir cheiro de madeira, baunilha, coco ou tostado. Acredite, tem vinho branco com um leve aroma de xixi de gato. Nas aulas, aprendemos a reconhecer notas vegetais, animais e químicas. Até fumaça e petróleo! O cérebro precisa ajudar. Quanto maior a memória olfativa, mais fácil é. 

Às vezes o nariz nos faz um favor ao não funcionar bem. Quem quer sentir cheiro de mofo, de cachorro molhado, de encrenca? Usar o nariz no sentido figurado é dizer que vai meter o nariz onde não foi chamado. Posso dar um conselho? Mete o nariz num jardim florido, na caixa de temperos, no pescoço da pessoa amada. E tem os que torcem o nariz: não gostam de nada, fazem cara de nojinho. Nariz não existe só pra pendurar óculos. Bora prestar atenção nos aromas do cotidiano e exercitar o olfato.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros