Obras vão alterar o trânsito a partir de segunda, no bairro Passo da Areia, em Porto Alegre - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

IAPI24/08/2019 | 14h05Atualizada em 24/08/2019 | 14h05

Obras vão alterar o trânsito a partir de segunda, no bairro Passo da Areia, em Porto Alegre

Alterações são para nova etapa da ampliação do sistema de macrodrenagem do Arroio Areia

Obras vão alterar o trânsito a partir de segunda, no bairro Passo da Areia, em Porto Alegre Arte: Carlos Roberto Rohde dos Santos / EPTC/EPTC
Foto: Arte: Carlos Roberto Rohde dos Santos / EPTC / EPTC

A região do IAPI, no bairro Passo d’Areia, em Porto Alegre, terá desvios no trânsito a partir das 9h desta segunda-feira (26). As alterações ocorrem em função de uma nova etapa das obras de ampliação do sistema de macrodrenagem do Arroio Areia e seguirão pelos próximos dias. Para amenizar o impacto, a EPTC realizará as interrupções em etapas, com sinalização nos trechos.

Motoristas devem ficar atentos para bloqueio na avenida Plínio Brasil Milano, entre o Viaduto Obirici e o número 2402, no sentido bairro-centro. O trânsito será desviado na própria via. Em direção ao bairro, ficará permitido o uso da faixa da direita junto ao transporte coletivo.

Leia mais
Plano de Mobilidade Urbana de Porto Alegre deve ser apresentado nos próximos meses
Testamos o aplicativo que mostra a localização dos ônibus de Porto Alegre; veja o resultado
Praça no bairro Chácara das Pedras ficará fechada por um ano devido a obra para conter alagamentos

Condutores serão orientados a fazer o desvio pela rua José da Silva para acessar a avenida Assis Brasil pela avenida Grécia, ou pelas ruas Jary e Bezerra de Menezes. As linhas de transporte público não terão modificações. A única exceção é a 608 IAPI, que terá o terminal transferido para a rua Jary. Além disso, as ruas Cacequi, Sobradinho e Gustavo Moritz ficarão liberadas somente para acesso local.

No total, três etapas da obra já estão em andamento, e esta será a quarta parte do projeto a ser executada. O investimento da União é de R$ 107,2 milhões. A verba vem do Plano Nacional de Gestão de Risco e Resposta a Desastres Naturais, o PAC Prevenção. A prefeitura tem contrapartida financeira de R$ 1,3 milhão. A primeira etapa da obra começou ainda em 2018, quando foi construído um reservatório na Praça Doutor Luis Francisco Guerra Blessman, no bairro Três Figueiras. Parte da drenagem está finalizada e o reservatório está em funcionamento.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros