Hospital Conceição passa a ter enfermarias com ar-condicionado - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Modernização03/12/2019 | 21h57Atualizada em 03/12/2019 | 21h57

Hospital Conceição passa a ter enfermarias com ar-condicionado

Climatização também será instalada em mais dois locais ainda neste mês

Hospital Conceição passa a ter enfermarias com ar-condicionado Ocimar Pereira/GHC / Divulgação/Divulgação
Enfermarias do 2° e 3º andar do bloco I do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre, já está com climatização Foto: Ocimar Pereira/GHC / Divulgação / Divulgação

Quatro enfermarias do Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Porto Alegre, passam a contar com climatização a partir desta semana. Os espaços, localizados no segundo e no terceiro andar do bloco I, contemplam 110 leitos do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o engenheiro Maurício Oliveira, responsável pelos trabalhos, foram investidos cerca de R$ 2,1 milhões.

— É o primeiro hospital do Sul do Brasil com o uso de climatização por gás natural, que custa 40% menos do que o sistema por energia elétrica — destaca Oliveira.

Leia mais
Sonho paralisado: cerca de 500 casais veem o sonho de ter filhos perder-se no tempo
Ampliada proibição de ventiladores em hospitais do Grupo Hospitalar Conceição
Hospital Conceição proíbe a entrada de ventiladores

A intenção do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) é climatizar todos os ambientes, auxiliando no bem-estar dos pacientes e funcionários.

— Mas como o hospital é muito grande, essas obras vão demorar alguns anos. Para 2020, já está em negociação a contratação da reforma e climatização do quarto andar do bloco I — detalha.

Até o final de dezembro, mais quatro enfermarias serão climatizadas, desta vez no bloco G, beneficiando 107 leitos do SUS. A diferença, segundo o engenheiro, é que serão utilizadas máquinas tradicionais de ar-condicionado, com investimento na ordem de R$ 1 milhão.

— É uma solução paliativa para encarar o verão de Porto Alegre, pois é a parte do prédio que fica exposta ao sol da tarde. Essa climatização será, futuramente, substituída por uma definitiva — explica.

Conforme Oliveira, essas obras possibilitarão que, entre 2021 e 2023, novas enfermarias sejam reformadas.

— Para isso, os pacientes serão transferidos para esses espaços já climatizados — antecipa.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros