Magali Moraes e a essência de baunilha - Diário Gaúcho

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga25/03/2020 | 09h00Atualizada em 25/03/2020 | 09h00

Magali Moraes e a essência de baunilha

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e a essência de baunilha Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Quem me lê pela internet nem sabe que, nas quartas-feiras, eu divido a contracapa do DG com receitas enviadas pelos leitores. O pessoal manda bem no forno e fogão! Já eu conto com a sorte pra acertar qualquer prato que faço. Por causa dessas receitas, eu gosto de pensar que nas quartas a página inteira é guardada e a minha coluna dura mais tempo na cozinha das pessoas. Também posso parar no fundo da gaiola do passarinho ou servir de banheiro para os pets. É um risco que se corre.

Mas voltando ao mundo das receitas, eu tenho uma pergunta: por que insistem na essência de baunilha? Que grande diferença ela faz? O bolo não vinga? A sobremesa sai errada? Quando vejo que pedem essência de baunilha, já perco a vontade de cozinhar. Em vez de dar água na boca, a minha língua fica seca. A essência de baunilha representa os pequenos obstáculos que colocam nas receitas. Um óleo que não se encontra fácil. Uma farinha esquisita. O cardamomo que nem sei onde comprar.

Leia mais colunas da Maga 

Fome

Quem tem esses ingredientes sempre em casa? A gente tem é fome, isso sim. Quer terminar a receita rapidinho, botar no forno e comer assim que possível. Coitada da essência de baunilha. Nada contra. É que essa quarentena está testando minhas habilidades de cozinheira. E como se come trabalhando em casa! As compras pra semana acabam antes do previsto. Entre uma reunião e outra, o estômago ronca alto. Aí vem o susto! Quase meio-dia!! A gente leva o computador pra cozinha e faz arroz?

Enquanto isso, novos talentos culinários estão surgindo e arrasando. Filhos que fazem o almoço, olha que delícia! Eu vivi pra ver esse momento. Aliás, com tantas empresas fazendo home office, tem uma galera contando nas redes sociais as suas aventuras forçadas no fogão. Mais uma pra lembrar e dar risada depois que o coronavírus sumir do mapa. Eu já me sinto mais confiante nos temperos. Só me nego a usar essência de baunilha e coisas do gênero. O basicão bem feito é o prato do dia.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros