Lelê Bortholacci: em busca da confiança perdida - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada16/09/2020 | 09h00Atualizada em 16/09/2020 | 09h00

Lelê Bortholacci: em busca da confiança perdida

Inter entra em campo pela Libertadores após uma derrota inexplicável no Brasileirão

Lelê Bortholacci: em busca da confiança perdida Ricardo Duarte/Internacional / Divulgação
Inter é líder no Brasileirão e na Libertadores, mas está longe de ser um time que dê confiança para a torcida Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Da série “tem coisas que só acontecem com o Inter”, ou “2020 não para de nos surpreender”, o Colorado volta à Libertadores na noite desta quarta-feira (16), na liderança do Grupo E, pressionado após uma derrota inexplicável no último domingo — mas, pasmem, ainda , também, líder do Brasileirão. É inacreditável. Líder nas duas competições, mas longe de ser um time que dê confiança para a torcida.

Deixando o campeonato nacional de lado, vamos focar no que interessa para hoje: Eduardo Coudet tem uma série de problemas que tirariam o sono de qualquer treinador. Entre lesões e suspensões, são nada menos do que 10 jogadores impossibilitados de entrar em campo logo mais. 

É bem verdade que nem todos são considerados titulares absolutos, mas, como temos visto uma grande variação nas escalações, com certeza o planejamento da nossa comissão técnica teve que ser alterado.

Leia mais
Saravia enaltece estilo de jogo de Abel Hernández: "Referência na área é importante"
Quem são os garotos inscritos pelo Inter na Libertadores
Inter x América de Cali: horário, como assistir e tudo sobre o jogo de retomada da Libertadores

Se, no Brasileirão, derrotas como a de Goiânia podem ser amenizadas pelos resultados dos adversários e pela grande quantidade de jogos no campeonato, que permitem um resgate destes pontos perdidos, na Libertadores é bem diferente. Um tropeço em casa e o sonho pode ruir na primeira fase — e, convenhamos, ninguém quer que isso aconteça.

Vitória é essencial

Até porque o próximo jogo pela Libertadores é contra nosso maior rival, na próxima semana. É essencial a manutenção da liderança. Uma vitória nos dá esse privilégio. E passamos uma borracha no que aconteceu domingo. Fechado?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros