Luciano Périco: a culpa pela péssima campanha no Brasileirão é somente do Grêmio - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Transferência30/08/2021 | 08h00Atualizada em 30/08/2021 | 08h00

Luciano Périco: a culpa pela péssima campanha no Brasileirão é somente do Grêmio

Discurso externo mostra que o Tricolor não sabe por qual razão está no Z-4 desde a segunda rodada da competição

Luciano Périco: a culpa pela péssima campanha no Brasileirão é somente do Grêmio Mateus Bruxel / Agência RBS/Agência RBS
Maicon foi expulso por xingar o árbitro Ricardo Marques Ribeiro Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS / Agência RBS

No geral, Grêmio e Corinthians fizeram um jogo de tamanho muito menor, se comparado ao peso das duas camisetas históricas. Uma partida de quase nenhuma inspiração. O time de Luiz Felipe Scolari, que precisava vencer para sair da zona do rebaixamento, teve um desempenho insuficiente. No Brasileirão, o Tricolor somente tem conseguido vitórias apertadas contra adversários da parte de baixo da tabela: Chapecoense, Bahia, Fluminense e Cuiabá.

Pior do que mais uma derrota no Brasileirão, foram as manifestações equivocadas no vestiário gremista. Não tem cabimento botar na conta da arbitragem. Isso chama-se transferência de responsabilidade. A nova derrota veio por incompetência geral do Grêmio. A equipe tem uma enorme incapacidade de fazer gols nos adversários. O Timão até ganhou a partida em lance de bola parada, que teve hesitação de Gabriel Chapecó, mas não podemos esquecer que o goleiro já salvou muito a equipe em outras oportunidades.

A expulsão de Maicon foi algo inexplicável. Um jogador com a experiência do volante, não pode ter a atitude lamentável de se descontrolar, ir para cima do árbitro Ricardo Marques Ribeiro, xingando, até levar o cartão vermelho. A atitude deixou os seus companheiros na mão com o placar adverso. Ainda havia tempo para uma reação. Com um homem a menos fica complicado. Péssimo exemplo para quem é uma liderança importante. Mostrar capacidade de indignação não deve ser dessa forma. 

Outra questão importante. É injustificável que o grupo do Grêmio, após sucessivos péssimos resultados na temporada, tenha três dias de folga. Vamos combinar, que não é o momento para isso. É hora de treinar. Trabalhar, trabalhar e trabalhar. Acabar com a zona de conforto. Se todos na Arena não se deram conta, já começou a contagem regressiva para a Série B. Tem dois jogos pendurados contra Flamengo e Atlético-MG. Pelo cenário atual, é possível acreditar em vitórias?

Leia mais
Grêmio reforçará transição com jogadores do elenco principal para avaliações de Felipão
Grêmio encaminha empréstimo de atacante Ricardinho para o Marítimo, de Portugal
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Grêmio na derrota para o Corinthians

Felipão tem de aproveitar esse longo tempo, até o próximo jogo contra o Ceará pelo Brasileirão, para buscar um acerto da equipe. Aliás, o treinador gremista também precisa entregar mais. Mostrar uma evolução no trabalho. O campo não mostra isso. O Grêmio continua com os mesmos problemas que apresentava na gestão de Tiago Nunes. 

A culpa pela péssima campanha não é da arbitragem, dos torcedores, que cobram com força nas redes sociais, ou da imprensa, que analisa e aponta os problemas. O problema está dentro da Arena, a começar  pelos dirigentes, passando pela comissão técnica e terminando nos atletas. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros