Tráfico executa, em oito meses, terceira pessoa da mesma família em Canoas - Polícia - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Violência16/09/2015 | 11h50

Tráfico executa, em oito meses, terceira pessoa da mesma família em Canoas

Maira de Oliveira foi morta junto com o namorado, Everton Pinto, no Bairro Mathias Velho. Dois irmãos dela já haviam sido mortos este ano

Tráfico executa, em oito meses, terceira pessoa da mesma família em Canoas Divulgação/Arquivo Pessoal
Soraia (esq), Felipe (centro) e Maira (dir) foram executados a tiros Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal

Um duplo homicídio na noite de terça, no Bairro Mathias Velho, em Canoas, marcou a morte da terceira irmã de uma mesma família vitimada pelo tráfico de drogas desde o começo do ano no bairro. Maira de Oliveira foi executada a tiros em uma casa na Rua Novo Hamburgo, com o namorado, Everton Costa Pinto, por volta das 21h de terça.

Leia mais notícias sobre tráfico de drogas
Leia mais notícias sobre homicídios

O crime é investigado pela Delegacia de Homicídios de Canoas que, em virtude do parcelamento dos salários do funcionalismo, não revela detalhes da apuração ou as circunstâncias do duplo assassinato. Os investigadores confirmam, no entanto, que a principal linha de investigação é de um crime relacionado com o tráfico de drogas e ligado às duas mortes anteriores na família.

Em janeiro, Felipe Eduardo de Oliveira Ramos foi executado na mesma casa em que a irmã acabou morta na noite de terça. No final do mês passado, foi a vez a irmã, Soraia de Oliveira Calbo, ser morta quando saía de um salão de beleza na esquina da rua em que a família morava.

Leia mais notícias do dia

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros