Dos quatro feridos em assalto a bancos em São Sepé, dois foram baleados e passarão por cirurgia - Polícia - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Noite de terror24/12/2016 | 09h59Atualizada em 24/12/2016 | 11h59

Dos quatro feridos em assalto a bancos em São Sepé, dois foram baleados e passarão por cirurgia

Policial militar que estava de folga e um trabalhador de trailer de lanches levaram tiros e passarão por cirurgia

Dos quatro feridos em assalto a bancos em São Sepé, dois foram baleados e passarão por cirurgia Germano Rorato/Agencia RBS
Agência do Sicredi ficou destruída, com os restos dos caixas eletrônicos na calçada Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A noite de pânico em São Sepé, com explosões de caixas eletrônicos e muitos tiros de fuzil disparados contra carros e prédios, deixou quatro pessoas feridas. Foram baleados um policial militar que estava de folga, mas foi tentar verificar o que acontecia, e um homem que estava trabalhando em um trailer de lanches em frente às agências bancárias. Outras duas pessoas foram levemente feridas.

"Foi muito pânico", conta uma das reféns que foram levadas pelos assaltantes

O policial militar Rogério Rosso, 44 anos, estava de folga e foi com o irmão, que é policial civil, e outro colega até o Centro para atender a ocorrência. Porém, uma quadra antes de chegar às agências bancárias, os três viram um assaltante com um fuzil no meio da rua. Usando coletes, os três policiais saíram do carro para avaliar a situação. Foi quando os irmãos foram atingidos. 

Renato, que é vereador eleito da cidade, escondeu-se atrás de um poste e acabou atingido no braço por estilhaço de um tiro. Foram apenas escoriações. Já o irmão, Rogério, levou dois tiros nas pernas. Um dos projetis ficou alojado no fêmur. Rogério foi socorrido e levado ao hospital da cidade, sendo depois transferido para o Hospital de Caridade de Santa Maria, onde deve passar por cirurgia. Segundo o irmão, Rogério está fora de perigo.

Em 2013, três assaltantes foram mortos após assalto a banco em Lavras do Sul

O outro baleado é um homem de 50 anos que estava trabalhando em um trailer de lanches e que foi atingido por um tiro no braço esquerdo, provocando fratura do osso. A polícia ainda não tem detalhes das circunstâncias em que ele foi atingido. O homem foi levado ao Hospital Universitário de Santa Maria e também deve passar por cirurgia. Ele também não teria risco de morrer.

O quarto ferido foi uma mulher, que teria sofrido um raspão na cabeça. Mas a polícia não tem detalhes.

Veja galeria de fotos:


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros