Presos integrantes de facção envolvida no aumento de homicídios em município das Missões - Polícia

Versão mobile

 

Tráfico de drogas21/12/2017 | 11h52Atualizada em 21/12/2017 | 16h33

Presos integrantes de facção envolvida no aumento de homicídios em município das Missões

Em 2017, Ijuí contabiliza 10 homicídios contra dois em todo o ano passado

 

Presos integrantes de facção envolvida no aumento de homicídios em Ijuí, nas Missões
Presos por tráfico atuavam para criminoso detido em Charqueadas e que é apontado por ser mandante de cinco homicídiosFoto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (21) três traficantes que agiam a mando de um presidiário da região de Ijuí, nas Missões. Eles fazem parte de uma facção que disputa com outra, que também tem como líder um apenado, a venda de drogas na cidade de 83 mil habitantes. Esta guerra do tráfico fez explodir neste ano o número de homicídios no município. Foram registrados 10 casos em 2017, sendo nove ligados à venda de entorpecentes, contra apenas dois em todo o ano passado. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

Esse tipo de crime, no entanto, não ocorre desde final de julho. A polícia prendeu10 pessoas investigadas apenas por homicídios e outros 20 por assassinatos ligados ao tráfico de entorpecentes neste ano na cidade. Na ação realizada nesta quinta-feira pela 2ª Delegacia de Polícia de Ijuí, dois brasileiros e um argentino foram presos em flagrante durante cumprimento de mandados de busca na região. O delegado Gustavo Arais diz que drogas e celulares foram apreendidos. Os suspeitos recebem ordens de um criminoso que está detido no sistema prisional e que comanda o tráfico na cidade. Este apenado atuava em conjunto com outro detento. Eles brigaram no ano passado e isso gerou o aumento do número de assassinatos em 2017. Os dois foram transferidos do presídio da região para o complexo de Charqueadas, em cadeias diferentes.

- Essa foi uma das medidas para conter os homicídios, já que a maioria está ligada ao tráfico, mas as prisões e a desarticulação dos dois grupos aqui na cidade foram fundamentais para diminuir as mortes – diz Arais.

Já o titular da 1ª Delegacia de Ijuí, delegado Maurício Posselt, ressalta que os três presos por tráfico atuavam para um dos apenados que teve o envolvimento confirmado na metade dos homicídios ocorridos neste ano no município. Ele foi apontado como mandante de cinco assassinatos. Em relação aos outros homicídios, quatro deles, que também estão ligados ao tráfico, ainda tem autoria apurada e investigação leva ao envolvimento do líder da outra facção. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros