Triplo homicídio em Porto Alegre foi acerto de contas entre facções do tráfico, diz delegado - Polícia

Versão mobile

 

Violência na Zona Leste30/01/2018 | 11h31Atualizada em 30/01/2018 | 11h31

Triplo homicídio em Porto Alegre foi acerto de contas entre facções do tráfico, diz delegado

Crimes estariam relacionados à morte do traficante "Colete", em agosto de 2017 

 Um acerto de contas entre membros de facções do tráfico de drogas foi a principal motivação para um triplo homicídio na madrugada desta terça-feira (30), na Vila Maria da Conceição, no bairro Partenon, na zona leste da Capital. A informação foi confirmada pelo delegado Eibert Moreira, que responde pela primeira Delegacia de Homicídios, responsável pelo caso.  

 Criminosos invadiram a residência onde estava o casal Tássia Lorrana Soares da Silva e Marlon Adilson Martins, ambos de 20 anos, e uma mulher identificada como Pâmela Vanessa Rodrigues da Silva, 31. Eles levaram os três até a rua e executaram o casal a tiros. Pâmela, atingida por oito tiros, foi levada ao Hospital de Pronto Socorro, onde morreu em atendimento. 

 Conforme o delegado, o crime foi um desdobramento da disputa entre facções pelo controle do tráfico de drogas na Vila Maria Conceição, ainda relacionado à morte do traficante João Carlos da Silva Trindade, o "Colete", em agosto de 2017.  

 A investigação apurou que Martins teria trocado de facção quando o grupo do qual fazia parte perdeu o controle do local. Ele mudou para o grupo vencedor, o que foi interpretado como uma traição. Por este motivo, a execução teria sido um acerto de contas.  

 — Não foi uma ação para retomar o controle do local. A facção que perdeu ainda não tem poder para fazer isso — avaliou o delegado.  

 Em 2016, a quadrilha que controla o tráfico de drogas na Vila Maria da Conceição teve uma divisão. Conforme investigações policiais, "Colete" controlaria um desses lados. O outro lado receberia apoio de criminosos de organizações de outras regiões da Capital. Colete, que chegou a ser um dos homens de confiança de Paulo Ricardo Santos da Silva, o "Paulão", antigo chefe do tráfico na Vila Maria da Conceição, foi morto dentro de casa com diversos tiros.  

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros