Incêndio durante rebelião deixa detento morto em presídio de Palmeira das Missões - Polícia

Versão mobile

 

Palmeira das Missões27/02/2018 | 15h35

Incêndio durante rebelião deixa detento morto em presídio de Palmeira das Missões

Penitenciária abriga desde a última sexta-feira (23) os dois suspeitos de sequestro e assassinato da contadora Sandra Mara Trentin, desaparecida desde 30 de janeiro

Incêndio durante rebelião deixa detento morto em presídio de Palmeira das Missões Brigada Militar/Divulgação
O tumulto, seguido de incêndio numa cela, ocorreu após agentes penitenciários descobrirem um túnel Foto: Brigada Militar / Divulgação

Um incêndio atingiu o Presídio Estadual de Palmeira das Missões na madrugada desta terça-feira (27), durante um princípio de rebelião. O fogo provocou a morte do apenado identificado como Airton Correia Bueno. Outros quatro detentos ficaram feridos e foram internados no Hospital da Caridade da cidade.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

O tumulto, seguido de incêndio numa cela, ocorreu após agentes penitenciários descobrirem um túnel que era cavado por alguns presos. Revoltados, detentos da cela atearam fogo em um colchão, o que resultou na morte e nos outros quatro feridos.

Suspeitos de envolvimento com sumiço de contadora estão no local.

O Presídio Estadual de Palmeira das Missões abriga desde a última sexta-feira (23) os dois suspeitos de sequestro e assassinato da contadora Sandra Mara Trentin, 48 anos, desaparecida desde 30 de janeiro. Um dos que teve prisão preventiva decretada é o marido dela, o vereador Paulo Landsfeldt. Outro é um jovem de 22 anos que diz ter sido contratado pelo político para matar Sandra.

A polícia não constatou qualquer relação entre a prisão dos dois suspeitos e o incêndio com morte no Presídio.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros