Homem é condenado a 44 de anos de prisão por morte de estudante durante assalto em Alvorada - Polícia

Versão mobile

 

Julgamento29/03/2018 | 10h19Atualizada em 29/03/2018 | 10h19

Homem é condenado a 44 de anos de prisão por morte de estudante durante assalto em Alvorada

Gabriel Leiria, de 17 anos, foi assassinado a tiros no dia 16 de junho de 2015

Homem é condenado a 44 de anos de prisão por morte de estudante durante assalto em Alvorada Arquivo Pessoal/Divulgação
Gabriel Leiria, 17 anos, teve vida abreviada por um assaltante Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação
GaúchaZH
GaúchaZH

Em julgamento realizado nesta quarta-feira (28), no Fórum de Alvorada, Diogo Peres Charão foi condenado a 44 anos e quatro meses de prisão pela morte do adolescente Gabriel Leiria, de 17 anos, durante um assalto ocorrido em 2015. O réu cumprirá pena em regime fechado.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

Gabriel e um amigo haviam saído de uma padaria, no dia 16 de junho de 2015, e caminhavam de volta para casa.

No meio do caminho, foram abordados por Charão, na Rua Vereador Lauro Barcellos, no bairro Água Viva, na Parada 43 de Alvorada. O ladrão, armado, exigiu os celulares da dupla, mas só Gabriel carregava o seu.

Depois de pegar o aparelho, o assaltante teria disparado quatro tiros, dois em cada um dos jovens. Gabriel morreu no local e o amigo foi socorrido, mas ficou com sequelas que o impedem de praticar atividades físicas.

Charão se entregou à polícia em Santa Catarina no dia 29 de junho de 2015 e estava preso preventivamente desde então. A reportagem entrou em contato com a defesa dele, a defensora pública Anna Carolina Meira Ramos, ela informou que vai recorrer da decisão, já que o réu nega a acusação e alega ser inocente.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros