Protesto por justiça pela morte de Naiara bloqueia BR-116 por uma hora em Caxias do Sul - Polícia

Versão mobile

 

Caso Naiara22/03/2018 | 07h29Atualizada em 22/03/2018 | 07h29

Protesto por justiça pela morte de Naiara bloqueia BR-116 por uma hora em Caxias do Sul

O grupo pediu a punição do suspeito de ter estuprado e matado a menina, de sete anos, que estava desaparecida desde a manhã de 9 de março

Dezenas de pessoas trancaram a BR-116, no trecho do km 149, em frente ao Presídio Regional de Caxias do Sul, na Serra, durante uma hora, na madrugada desta quinta-feira (22), para exigir justiça no caso da menina Naiara Soares Gomes. A rodovia ficou bloqueada nos dois sentidos entre 1h e 2h. Para conter a passagem de veículos, os manifestantes utilizaram pedras e uma grade de proteção a pedestres que estava instalada na via.  

O grupo pediu a punição do suspeito de ter estuprado e matado a menina, de sete anos, que estava desaparecida desde a manhã de 9 de março, quando seguia para a Escola Municipal Renato João Cesa, onde estudava. O homem foi preso temporariamente na tarde de quarta-feira (21) por um crime anterior: o estupro de uma menina de oito anos, no ano passado. 

A Polícia Civil não divulga o nome do investigado em razão da prisão ser temporária. Mesmo que não existam dúvidas sobre a autoria do crime, juridicamente, esta ainda é considerada uma fase preliminar das investigações. 

Mais cedo, durante a noite de quarta-feira (21), moradores fizeram um ato em frente à Central de Polícia de Caxias do Sul para exigir punição ao suspeito de ter estuprado e matado Naiara.

Investigação

A Polícia Civil encontrou o corpo de Naiara às margens da Represa do Faxinal, no distrito de Ana Rech, no município da Serra. Os investigadores chegaram ao local após depoimento do suspeito de envolvimento no sumiço de Naiara, que teve prisão temporária (30 dias) decretada. Na casa do investigado, a polícia encontrou um saco preto com roupas de criança. O homem, que é morador de Caxias, confirmou em declaração extraoficial à polícia que sequestrou e estuprou a menina, indicando o local onde a teria deixado.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros