Bandido invade casa em propriedade rural e mata jovem a tiros no norte do RS - Polícia

Versão mobile

 

Investigação18/04/2018 | 15h55Atualizada em 18/04/2018 | 15h55

Bandido invade casa em propriedade rural e mata jovem a tiros no norte do RS

Caso é investigado como latrocínio pela Polícia Civil. Se confirmado, será o primeiro do ano em Ibirapuitã

Uma jovem de 18 anos foi morta a tiros dentro da propriedade rural onde morava em Ibirapuitã, no norte gaúcho, na noite desta terça-feira (17). A vítima foi identificada como Gabrieli Monteiro. O caso é investigado como latrocínio que, se confirmado, será o primeiro do ano no pequeno município de pouco mais de 4 mil habitantes. Também não foram registrados homicídios no município em 2018.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

Conforme o delegado Márcio Marodin, ela estava sozinha em casa, na localidade de Bom Sossego, quando alguém invadiu a residência por volta de 20h. Não se sabe se foram um ou mais criminosos. A vítima correu para dentro de um quarto e se trancou, mas o bandido disparou contra a porta e a bala atingiu a vítima.

O marido dela, que é agricultor e trabalhava na propriedade, chegou a chamar socorro. A jovem morreu a caminho de atendimento médico. O bandido fugiu.

Uma espingarda que pertence ao marido da vítima foi levada da casa — a arma era usada por ele para defesa pessoal. A polícia, agora, tenta descobrir por que motivo o bandido atirou contra a jovem.

— Pode ser que a arma estivesse dentro do quarto onde a jovem se trancou e, por isso, o bandido atirou contra ela. Não sabemos exatamente o que aconteceu. A investigação é sempre uma caixa de surpresas. Nós procuramos sempre atuar no contexto do crime e, por enquanto, achamos que é muito cedo para procurar outra linha de investigação que não seja essa. Tudo aponta para latrocínio — explica.

O marido estava muito abalado e não conseguiu prestar detalhes à polícia nesta terça-feira. Outras testemunhas foram ouvidas informalmente, mas, como não há vizinhos próximos, ninguém ouviu os disparos.

A investigação é conduzida pela Polícia Civil de Soledade.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros