Corpo de motorista de aplicativo é encontrado na zona sul de Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 

Violência02/04/2018 | 07h54Atualizada em 02/04/2018 | 07h58

Corpo de motorista de aplicativo é encontrado na zona sul de Porto Alegre

Identificada como Jairo Maciel, 63 anos, a vítima tinha marcas de tiros na nuca e no rosto

Corpo de motorista de aplicativo é encontrado na zona sul de Porto Alegre Divulgação/Polícia Civil
Prisma usado pelo condutor foi localizado com suspeito de 21 anos no bairro Restinga. Foto: Divulgação / Polícia Civil
GaúchaZH
GaúchaZH

Depois de ter desaparecido na madrugada de sábado (31), um motorista do Uber foi encontrado morto a tiros por volta das 8h deste domingo (1º), em Porto Alegre. De acordo com a Polícia Civil, o corpo de Jairo Maciel, 63 anos, estava em um matagal, a cerca de 20 metros da Estrada do Rincão, no bairro Belém Velho, zona sul da Capital, com duas marcas de bala _ uma na nuca e outra no rosto. Ele também tinha ferimentos no braço.  

Leia mais
Criminoso assalta motorista do Uber e rouba veículo em Sapucaia do Sul
Criminosos esvaziam açude e furtam 5 toneladas de peixes no norte do RS
Polícia encontra carro de motorista de aplicativo desaparecido em Porto Alegre

Conforme o delegado João César Nazário, plantonista da Delegacia de Homicídios, tanto a carteira quanto o celular da vítima foram localizados com Maciel. 

– Trabalhamos com a hipótese de latrocínio ou de homicídio – disse  Nazário.

Horas mais tarde, ainda no sábado (31), a Brigada Militar prendeu em flagrante um homem de 21 anos – cuja identidade não foi divulgada –, que estaria usando o veículo de Maciel para roubar pedestres. O Prisma foi apreendido e encaminhado para perícia. O homem é suspeito de envolvimento na morte do condutor.

De acordo com a Polícia Civil, o sistema de monitoramento por GPS indicou que, após pegar um passageiro na Restinga, Maciel teria ido até uma lanchonete na Avenida Ipiranga. O local exato é mantido em sigilo para não prejudicar as investigações. Depois disso, o veículo sumiu do sistema.

Quando o carro foi encontrado, o irmão da vítima, Manuel Maciel, disse que a família tinha esperanças de encontrar Maciel vivo e que temia pela saúde da mãe, de 90 anos. 

– A família toda está desesperada. A situação está horrível – afirmou Manuel, na ocasião.

Segundo o delegado, o motorista não tinha antecedentes criminais. 

Por meio de nota oficial, a Uber lamentou a notícia do crime, classificado como "terrível", disse compartilhar "sentimentos de mais profundo pesar com a sua família" e garantiu que prestará "todo o auxílio necessário", tanto para os familiares de Maciel quanto para a polícia. 

Confira o texto na íntegra:

"Ficamos chocados em saber que o motorista parceiro Jairo Maciel foi vítima desse crime terrível. Compartilhamos nossos sentimentos de mais profundo pesar com sua família, a quem prestaremos todo o auxílio necessário nesse momento de enorme tristeza e dor.

A Uber está à disposição para colaborar com as autoridades nas  investigações, fornecendo todos os dados necessários, na forma da lei, e espera que os responsáveis pelo crime  sejam punidos."

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros