Dono de mercado na zona sul de Porto Alegre é preso com 15kg de cocaína  - Polícia

Versão mobile

 

Tráfico de drogas19/04/2018 | 10h00Atualizada em 19/04/2018 | 10h00

Dono de mercado na zona sul de Porto Alegre é preso com 15kg de cocaína 

Prisão em flagrante ocorreu durante buscas da Polícia Civil a um dos suspeitos da morte do cinegrafista Nilson Ferreira

 

Dono de mercado na zona sul de Porto Alegre é preso com 15kg de cocaína
Além dos 15kg de cocaína, dono de mercado no bairro Belém Velho escondia meio quilo de maconha, duas armas e 21 cartuchos Foto: Polícia Civil

Durante buscas a um dos suspeitos de matar o cinegrafista da TV Assembleia Nilson da Silva Ferreira, policiais civis acabaram prendendo o dono de um mercado no bairro Belém Velho, na zona sul de Porto Alegre. Dentro do estabelecimento comercial foram apreendidos 15 quilos de cocaína, meio quilo de maconha, uma pistola 9 mm, um revólver calibre 38 e 21 cartuchos de diversos calibres.  

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

A prisão em flagrante ocorreu no final desta quarta-feira (18), mas foi divulgada na manhã desta quinta-feira (19) pela 6ª Delegacia de Homicídios da Capital. A delegada Elisa de Souza diz que a droga estava escondia embaixo de eletrodomésticos e tem algo grau de pureza. Segundo a polícia, o dono do mercado, identificado como Lucas de Cassio Gonçalves Peixoto, 32 anos, também será investigado pela suspeita de ser um dos gerentes do tráfico do bairro Belém Velho. O comerciante já tem antecedentes criminais por roubo, lesão corporal, ameaça, entre outros. 

Nilson Ferreira foi morto por engano no bairro Menino Deus, em Porto Alegre, no final de março deste ano. Os agentes haviam recebido uma denúncia de que um dossuspeitos do crime, Marcos Vinícius Aniceto Carvalho, 19 anos, com prisão preventiva decretada, poderia estar escondido no mercado do comerciante que foi preso. No entanto, ele não se encontrava no local e as buscas continuam. Um dos comparsas dele, Emerson Paz Rodrigues, 24 anos, foi preso na noite de terça-feira (17) em Sapiranga, no Vale do Sinos. Um terceiro suspeito ainda não foi identificado.

De acordo com as investigações, os investigados procuravam pelo cunhado da vítima e acabaram confundindo o cinegrafista com ele. Ferreira levou 10 tiros quando dormia dentro de casa. O familiar dele, que é foragido da Justiça e tem envolvimento com o tráfico de drogas, segue sendo procurado. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros