Homem é condenado por esfaquear a ex-companheira e colocar fogo em prédio em São Leopoldo - Polícia

Versão mobile

 

Vale do Sinos25/04/2018 | 07h40

Homem é condenado por esfaquear a ex-companheira e colocar fogo em prédio em São Leopoldo

Julgamento de Alexandre Viana de Souza teve duração de nove horas, em São Leopoldo

O Tribunal do Júri de São Leopoldo, no Vale dos Sinos, condenou o homem acusado de tentativa de feminicídio qualificado contra a ex-companheira, por 90 tentativas de homicídio duplamente qualificado com dolo eventual, além de lesão corporal contra o ex-enteado e crueldade contra animal. A pena total de Alexandre Viana de Souza, 33 anos, é de 44 anos e dois meses em regime inicial fechado. A sentença foi anunciada no final da tarde desta terça-feira (24).

Leia mais
Preso suspeito de esfaquear namorada e incendiar apartamentos em São Leopoldo
Marcado júri de acusado de esfaquear namorada e incendiar apartamentos em São Leopoldo

Os crimes ocorreram há pouco mais de dois anos, no dia 31 de janeiro de 2016, quando Alexandre e a ex-companheira,  Márcia Castilho Schimidt ,discutiram no carro em que estavam, enquanto retornavam à residência. Durante a briga, o homem deu vários golpes de canivete em Márcia e agrediu o filho dela.

No momento em que mãe e filho recebiam atendimento médico, Souza foi até o condomínio, localizado no bairro Padre Réus, e ateou fogo no apartamento da família. As chamas atingiram outros quatro apartamentos e o prédio precisou ser interditado, devido a danos na estrutura.

O promotor de justiça Sérgio Luiz rodrigues considerou o resultado do júri, que acolheu a tese da acusação, justa.

— A condenação foi justa em relação ao comportamento violento com a companheira e o risco de morte que ele determinou aos moradores — afirmou.

A reportagem entrou em contato com a defesa de Alexandre, mas os telefones da advogada permaneciam desligados. O julgamento começou as 9h e foi encerrado pouco depois das 18h

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros