Polícia Civil apreende 32 armas em depósito clandestino em Cachoeirinha - Polícia

Versão mobile

 

Operação Metamorfose23/04/2018 | 08h10

Polícia Civil apreende 32 armas em depósito clandestino em Cachoeirinha

Dono do imóvel seria responsável por transformar espingardas de ar comprimido em armas de fogo, segundo investigação

Polícia Civil apreende 32 armas em depósito clandestino em Cachoeirinha Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Armas foram encontradas em um depósito clandestino em Cachoeirinha Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

A Polícia Civil apreendeu 32 armas de fogo em uma casa que servia como depósito clandestino em Cachoeirinha, na Região Metropolitana, entre o final da noite de sexta-feira (20) e a madrugada deste sábado (21). Os policiais chegaram até o local após uma apuração do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) para saber como traficantes da região adquiriam armamento. 

Leia mais
Três pessoas são mortas entre a noite da sexta e a madrugada do sábado em Caxias
Andar por andar, o que haverá no prédio do IGP em Porto Alegre
"Perdi as economias de uma vida", diz idosa que caiu no golpe do bilhete premiado

A maioria das armas apreendidas são espingardas calibre 12. Há também revólveres e pistolas, além de um mecanismo de tiro de fuzil 762 — arma de calibre restrito. 

De acordo com a investigação, o responsável pelo local é um homem com amplo conhecimento de armas que conseguia transformar espingardas de ar comprimido em armas de fogo — vem daí o nome da operação, "Metamorfose". A suspeita dos policiais é que elas eram vendidas inicialmente somente para caçadores, mas traficantes passaram, também, a requisitar o serviço do homem. 

— Essa arma não tem numeração. É "fantasma". A pessoa vai na loja, compra arma de pressão, leva para o armeiro, e ele pega a arma legal de pressão e transforma em uma de fogo — conta o delegado Mario Souza, diretor de investigações do Denarc. 

O responsável pelo local não foi encontrado. De acordo com Souza, a polícia deve pedir sua prisão e indiciá-lo. Caso não se apresente, o homem deve se tornar foragido. O nome dele não foi divulgado. 

Segunda grande apreensão do Denarc

Em março, em investigação semelhante, o Denarc apreendeu mais de 100 armas em um depósito em Alvorada, durante a operação Armeria. Um homem suspeito de alugar armas para ladrões de carro foi preso. 


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros