Cães da raça pug são furtados de residência no Vale do Sinos - Polícia

Versão mobile

 

Vale do Sinos11/05/2018 | 08h26

Cães da raça pug são furtados de residência no Vale do Sinos

Criminosos levaram dois cachorros, instrumentos musicais e eletrônicos de residência no bairro Vila Nova, em São Leopoldo

Cães da raça pug são furtados de residência no Vale do Sinos Arquivo Pessoal/Douglas Altissimo
Foto: Arquivo Pessoal / Douglas Altissimo

Um casal de São Leopoldo, no Vale do Sinos, está em busca de dois cachorros da raça pug furtados na última terça-feira (8), no bairro Vila Nova. Os animais, chamados de George e Paul, estavam com a família há pelo menos três anos. Além dos cães, três violões, duas guitarras, um contrabaixo, uma caixa de som, televisão e até a máquina de lavar roupas foram levados no assalto.

Na tarde de terça, quando o músico Douglas Altissimo e a mulher Gabrieli Giroldi chegaram em casa, notaram que a residência havia sido arrombada enquanto eles estavam no trabalho.

— De cara eu percebi que tinha algo errado. O portão estava sem cadeado e,ao colocar a chave na porta de casa, estava sem o miolo — desabafou Altissimo, que avaliou prejuízo de cerca de R$ 7 mil reais.

Leia mais
Homicídios caem 34% na região metropolitana de Porto Alegre
Como vai funcionar o suporte às vítimas de roubo em Porto Alegre
MAPA: confira o número de veículos roubados em sua cidade em 2017

— Vivo da música. Tive que cancelar shows e ensaios com a minha banda — contou.

Segundo o casal, os cachorros têm dermatite canina, um problema de pele que causa inflamações no animal e, por isso, precisam de acompanhamento com remédios.

George estava com o casal há três anos. O animal tem a pelagem abricó e uma mancha  preta no pescoço. Paul, de dois anos, tem pelo preto e uma mancha branca no peito.

— Tem horas que eu não acredito que tudo isso esteja acontecendo — diz comovido.

Cães da raça pug são furtados de residência no Vale do Sinos
Foto: Arquivo Pessoal / Douglas Altissimo

Até agora, o casal não tem informações do paradeiro dos cães e dos instrumentos. O caso foi registrado pela Brigada Militar e será investigado pela Polícia Civil. Informações podem ser repassadas para polícia pelo telefone (51) 3579-0401

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros