Com presídio interditado, policiais de Vacaria precisam viajar até o centro do Estado para levar presa - Polícia

Versão mobile

 

Capacidade esgotada07/05/2018 | 15h09Atualizada em 07/05/2018 | 15h09

Com presídio interditado, policiais de Vacaria precisam viajar até o centro do Estado para levar presa

No fim de semana, dois agentes foram até Santiago, distante 500 quilômetros

 

 VACARIA, RS, Brasil (28/01/2014) Presídio de Vacaria. Reportagem verifica instalações do Presídio de Vacaria. Guaritas não oferecem boas condições de trabalho para os policiais. (Roni Rigon/Pioneiro)
Lotação máxima determinada pela Justiça é de 330 detentosFoto: Roni Rigon / Agencia RBS

Com a interdição do Presídio Estadual de Vacaria, presos que estavam foragidos ou com mandados de prisão em aberto em outras comarcas sem penitenciária de referência devem ser encaminhados para as respectivas cidades. No sábado (6), dois agentes da Polícia Civil precisaram levar uma apenada do regime semiaberto para Santiago, na região central do Estado. O município fica a cerca de 500 quilômetros da cidade serrana, onde a mulher foi localizada.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho 

De acordo com o delegado regional de Vacaria, Carlos Alberto Defaveri, também no fim de semana houve outra situação com um detento do regime semiaberto do município de Gaurama, distante 226 quilômetros da cidade. Ele foi encontrado por policiais militares e ficou 24 horas na delegacia de Vacaria. Como não havia equipe para levá-lo ao presídio da região de origem, o homem foi liberado. Ainda segundo o delegado, na semana passada, houve outra situação semelhante com um preso de Taquara, também localizado em Vacaria. Como havia interdição na penitenciária do município do Vale do Paranhana, a Justiça de Vacaria permitiu que ele fosse levado ao presídio da cidade.

No mês passado, a juíza de Vacaria limitou a lotação da unidade a 250 presos, sendo que o presídio foi construído para 96 detentos. Antes da interdição, a lotação ficava na casa dos 330, limite também adotado pela magistrada posteriormente. Conforme o delegado regional, até o fim da manhã desta segunda-feira (7), o presídio estava com 295 presos.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros