Suspeito de invadir casas morre após briga com moradores em Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 

Zona Sul20/09/2018 | 21h34Atualizada em 20/09/2018 | 21h34

Suspeito de invadir casas morre após briga com moradores em Porto Alegre

Caso ocorreu no bairro Tristeza; Polícia Civil vai investigar se o caso trata-se de legítima defesa

Um homem ainda não identificado morreu na manhã desta quinta-feira (20) no bairro Tristeza, na zona sul de Porto Alegre. Segundo a polícia, ele estava armado com um revólver calibre 38 e teria invadido pelo menos duas residências na região.

Leia mais
Polícia investiga se homem foi morto no bairro Bela Vista por vítima de roubo de carro
Corpo carbonizado é encontrado dentro de carro queimado na zona norte de Porto Alegre
Homem é executado a tiros na frente de casa na zona leste de Porto Alegre

Ainda conforme a polícia, na segunda casa invadida, ele teria feito um disparo para cima, quando foi surpreendido pelos moradores e houve uma briga. Segundo a Brigada Militar, o homem teria sido imobilizado e morrido após receber um golpe conhecido como "mata-leão". 

A Polícia Civil vai apurar a causa da morte, a identificação do suspeito e se o caso trata-se de legítima defesa. A BM não divulgou os nomes dos moradores do bairro Tristeza envolvidos na ocorrência.

Invasões

De acordo com a polícia, por volta das 6h30min, o invasor – que apresentava sinais de embriaguez – entrou em uma residência na Rua Bazillio Pellin Filho, mas a moradora percebeu a ação e começou a gritar. Ele então fugiu e, pouco antes de entrar em outra casa, teria dado dois disparos de arma de fogo para o alto.

Na outra residência, na Avenida Liberal, após pular um muro, o homem foi surpreendido pelos moradores e houve uma briga. As pessoas relataram à BM que ele estava alterado e iria atirar contra elas.

No momento em que um morador foi acionar a polícia, um segundo amarrava as mãos e os pés do suspeito e um terceiro ajudava a contê-lo. Mesmo dominado, segundo relato dos moradores aos policiais, ele teria tentado agredir novamente as pessoas, mordendo um dos dedos de uma delas.

Após ser contido, o homem ficou inconsciente. Quando a BM e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram ao local, a morte foi constatada.

Este foi o quarta morte violenta registrada em Porto Alegre desde a tarde de quarta-feira (19). 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros