Dois homens morrem e três ficam feridos em tiroteio em frente a escola em Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 

Violência na Capital16/10/2018 | 21h22Atualizada em 16/10/2018 | 21h23

Dois homens morrem e três ficam feridos em tiroteio em frente a escola em Porto Alegre

Criança, adolescente e idoso estão entre os atingidos por disparos

Dois homens morrem e três ficam feridos em tiroteio em frente a escola em Porto Alegre Lucas Abati/Agencia RBS
Multidão acompanha trabalho policial Foto: Lucas Abati / Agencia RBS

Dois homens — ainda não identificados — morreram durante um tiroteio no bairro Bom Jesus, na tarde desta terça-feira (16), na zona leste de Porto Alegre. Outras três pessoas ficaram feridas com os disparos.

Leia mais
Desde 2012, 21 crianças foram assassinadas em Porto Alegre
Porto Alegre registra cinco assassinatos à luz do dia

Informações preliminares dão conta de que homens em um carro passaram atirando em frente à Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima, na Rua A.

Eles estavam em um Prisma e fugiram até a Alberto Pasqualini, no Itú-Sabará, onde abandonaram o veículo e embarcaram em um Cerato com placas clonadas. Esse carro foi deixado na Avenida Manoel Elias, na Zona Norte, onde os suspeitos roubaram um Vectra. Eles são procurados pela polícia.

Entre os feridos, conforme a Brigada Militar, estão uma criança de oito anos, um menino de 14 e um cadeirante de 62. O estado de saúde das vítimas é desconhecido. Neste momento, pelo menos cem pessoas acompanham o trabalho da Brigada Militar, que tenta isolar a área.

ZONA LESTE - Quatro pessoas ficaram feridas após um tiroteio no bairro Bom Jesus, na tarde desta terça-feira (16), na zona leste de Porto Alegre. Informações preliminares dão conta de que homens em um carro passaram atiando em frente à Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima, na Rua A. Entre os feridos, conforme a Brigada Militar, estão uma criança de oito anos, um menino de 14, um cadeirante de 62 e outro homem, sem idade informada. O estado de saúde das vítimas é desconhecido. Neste momento, pelo menos cem pessoas acompanham o trabalho da Brigada Militar, que tenta isolar a área.
Policiais militares reforçaram policiamento em frente ao postão após crimeFoto: Lucas Abati / Agência RBS


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros