Atiradores assassinam paciente dentro de hospital em São Leopoldo - Polícia

Versão mobile

 

Vale do Sinos09/11/2018 | 20h53Atualizada em 09/11/2018 | 20h53

Atiradores assassinam paciente dentro de hospital em São Leopoldo

Outras duas pessoas ficaram feridas na ação criminosa dentro do Hospital Centenário

Atiradores assassinam paciente dentro de hospital em São Leopoldo Fernando Gomes/Agencia RBS
Crime ocorreu por volta das 4h no Hospital Centenário, em São Leopoldo Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Um paciente do Hospital Centenário, em São Leopoldo, foi assassinado a tiros por volta das 4h desta sexta-feira (9). Conforme a assessoria de imprensa da instituição, a vítima estava na ala cirúrgica quando foi alvejada. O ataque deixou mais um paciente e uma acompanhante dele feridos nas pernas.

Leia mais
"Eu não identifico falha", diz comandante da BM sobre segurança em hospital de São Leopoldo
VÍDEO: câmeras de hospital flagram ação de atiradores que executaram paciente
"O hospital fez sua parte, mas o poder público não fez", diz pai de jovem executado por engano

A vítima foi identificada como Gabriel Vilas Boas Minossi, 19 anos. A Delegacia de Homicídios do município afirma que ele foi morto por engano. O alvo dos criminosos seria Alex Junior Abreu Tubiana, 28 anos, que também estava internado no hospital após sofrer tentativa de homicídio.  Tubiana foi condenado a 12 anos de prisão por homicídio qualificado e estava em liberdade desde 16 de outubro por falta de vagas no regime semiaberto.

Os criminosos invadiram a unidade de saúde pela portaria do pronto-socorro e foram rendendo funcionários e vigilantes, apontando armas e mandando ficarem quietos. Câmeras de segurança flagraram toda a ação dos criminosos e mostram eles portando armas longas. A Polícia Civil confirma que os atiradores usaram fuzis e pistolas.

Segundo o delegado Alexandre Quintão, da Delegacia de Homicídios de São Leopoldo, mais de 20 tiros foram disparados dentro do hospital. Os criminosos teriam fugido em um Focus prata, que estava estacionado na entrada da emergência. Eles não foram encontrados nas buscas da Brigada Militar (BM).

Por volta das 8h, a Polícia Civil e a BM ainda estavam no local do crime. A assessoria de imprensa do Centenário confirma que o hospital segue aberto e recebendo pacientes normalmente.

Assassinato, Polícia Civil, hospital, São Leopoldo
Policiais observam cama onde paciente foi executadoFoto: Polícia Civil / Divulgação

Outro assassinato em hospital em 2017

No ano passado, um paciente de 20 anos foi executado a tiros dentro do Hospital Municipal de Novo Hamburgo, cidade vizinha, também no Vale do Sinos. O assassinato ocorreu por volta das 8h30min do dia 2 de março de 2017. Foram disparados mais de 20 tiros de pistola na instituição.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros