Operação combate tráfico internacional de drogas que movimentou quase R$ 1,4 bilhão no RS e mais quatro Estados - Polícia

Vers?o mobile

 

Planum29/11/2018 | 21h41Atualizada em 29/11/2018 | 21h41

Operação combate tráfico internacional de drogas que movimentou quase R$ 1,4 bilhão no RS e mais quatro Estados

São cumpridos 23 mandados de prisão e 40 endereços são alvos de mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (29)

Operação combate tráfico internacional de drogas que movimentou quase R$ 1,4 bilhão no RS e mais quatro Estados Divulgação / Polícia Federal/Polícia Federal
Dólares foram encontrados dentro de máquina de lavar roupa durante cumprimento de mandado em São Paulo Foto: Divulgação / Polícia Federal / Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) e a Receita Federal realizam, na manhã desta quinta-feira (29), operação de combate ao tráfico internacional de drogas e à lavagem de dinheiro no Rio Grande do Sul e em mais quatro Estados – Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás.

A ação, batizada de Planum, investiga um grupo que seria responsável por transportar cocaína da Bolívia para Rio Grande do Sul. Depois, a droga era despachada para a Europa.

São cumpridos 23 mandados de prisão e 40 endereços são alvos de mandados de busca e apreensão. No Rio Grande do Sul, policiais fazem buscas em nove municípios – Cachoeirinha, Capão do Cipó, Estância Velha, Gravataí, Itaqui, Novo Hamburgo, Palmares do Sul, Tramandaí e Uruguaiana.

tráfico de drogas, tráfico internacional,fazenda, capão do cipó, polícia federal, operação
Uma das fazendas usadas para pouso das aeronaves fica em Capão do Cipó, na Região Central do Rio Grande do SulFoto: Divulgação / Polícia Federal

Até as 9h30min, 21 pessoas já haviam sido presas. Duas pessoas com mandados de prisão temporária ainda não foram localizadas pelos policiais.

Segundo as investigações da PF, que começaram em junho de 2017, pequenos aviões partiam do Mato Grosso do Sul para a Bolívia, onde eram carregados com, em média, 500 quilos de cocaína. Em seguida, as aeronaves seguiam para o Rio Grande do Sul, onde pousavam em fazendas adquiridas pela organização criminosa. Uma das propriedades fica em Capão do Cipó, na Região Central. A droga era, depois, levada para a Europa pelo mar, através de portos, e também por transporte rodoviário para outras localidades do Brasil. 

Leia mais
Rivalidade entre integrantes de facção faz polícia deflagrar operação contra homicídios
Investigação policial revela relação de intimidade entre usuários e traficantes

Ainda conforme a PF, o esquema também usava doleiros de São Paulo e uma espécie de banco informal para fazer o pagamento das transações. A prisão de um narcotraficante em Tramandaí, em agosto do ano passado, possibilitou o rastreamento do fluxo financeiro do grupo criminoso, com análise de dados bancários e informações compartilhadas pela Polícia Civil gaúcha. 

Aproximadamente R$ 1,4 bilhão teriam sido movimentados nos últimos três anos pelo esquema. Cerca de 90 empresas de fachada e 70 pessoas empregadas como “laranjas” foram rastreadas por participarem das operações de lavagem de dinheiro e de câmbio de forma ilegal. 

avião, tráfico internacional, drogas, avião, operação, polícia federal
Avião de pequeno porte foi apreendido no Mato Grosso do SulFoto: Divulgação / Polícia Federal

Nesta manhã, policiais localizaram dólares dentro de uma máquina de lavar roupas durante cumprimento de mandado em São Paulo. Uma aeronave também foi apreendida no Mato Grosso do Sul.

A Operação Planum investiga os crimes de organização criminosa, tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico de drogas, operação de instituição financeira sem a devida autorização, operação de câmbio não autorizada e lavagem de dinheiro.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros