Ataque a tiros e incêndio em ônibus: os crimes que expõem a disputa entre facções - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Porto Alegre29/01/2019 | 23h39

Ataque a tiros e incêndio em ônibus: os crimes que expõem a disputa entre facções

 Polícia acredita que morte de adolescente pode ter reacendido e acirrado o conflito na Capital

Ataque a tiros e incêndio em ônibus: os crimes que expõem a disputa entre facções Divulgação/Brigada Militar
Grupo colocou fogo em coletivo que faria linha Ipanema-Cavalhada Foto: Divulgação / Brigada Militar
Leticia Mendes e Renato Dornelles

renato.dorneles@diariogaucho.com.br

Em um intervalo de apenas 11 dias, foram  registradas seis ocorrências em Porto Alegre. A polícia acredita que o assassinato de uma adolescente de 12 anos no bairro Lomba do Pinheiro, na Zona Leste, pode ter reacendido e acirrado a disputa entre facções na Capital. Flávia Silva de Almeida foi oi alvejada repetidas vezes nas costas e na cabeça.

Leia mais
Menina de 12 anos foi assassinada porque irmão mudou de facção, diz polícia 
Polícia procura adolescente suspeito de ter assassinado menina de 12 anos em Porto Alegre
Desavença entre traficantes motivou tiroteio com três mortos na Cidade Baixa
Disputa entre facções reacende violência em Porto Alegre

A Polícia Civil investiga o vínculo desse crime com tentativas de homicídio e o incêndio de um ônibus no bairro Serraria, Zona Sul, na noite de segunda-feira.

Confira sete momentos recentes de violência na Capital:

17 de janeiro

Flávia Silva de Almeida, 12 anos, é morta a tiros no bairro Lomba do Pinheiro, na zona leste de Porto Alegre. Ela teria sido alvejada pelas costas e na cabeça.

19 de janeiro

No início da madrugada, o funcionário de uma pizzaria voltava para casa de táxi, quando o veículo foi alvejado no bairro Serraria, na Zona Sul. Pelo menos 20 tiros atingiram o carro. O passageiro foi baleado, mas sobreviveu. Segundo a polícia, os criminosos pretendiam executar um rival da Vila dos Sargentos e acabaram atacando o carro. 

Passageiro de táxi é baleado em Porto Alegre
Veículo foi atingido por 20 disparosFoto: Polícia Civil / Divulgação

19 de janeiro

Suspeitos de morte de garota de 12 anos em Porto Alegre. Dois presos e um adolescente foragido
Armas apreendidasFoto: Polícia Civil / Divulgação

Durante a manhã, a polícia prende na Vila Tamanca, no bairro Agronomia, dois suspeitos de envolvimento na morte da menina. Com a dupla, foram apreendidas três pistolas, duas de calibre 9 milímetros, de uso restrito das Forças Armadas, e uma calibre .32. As armas são enviadas à perícia, para comparação balística. Um terceiro suspeito do crime, um adolescente, de 17 anos, consegue escapar e passa a ser procurado. Ele é filho de um dos líderes do tráfico na Vila dos Sargentos. 

26 de janeiro

Três pessoas são mortas por disparos de pistolas na Rua João Alfredo, na Cidade Baixa, na madrugada de sábado. Outros três, de 16, 18 e 26 anos, ficaram feridos. Os mortos foram identificados como Salmeron Bartz Costa, 28 anos, Róger Abreu de Oliveira, 24 anos, e Cassiane Alves Rocha, 21 anos. Ela é a única sem antecedentes. 

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL -  Três pessoas foram mortas após um tiroteio no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, na madrugada de sábado (26).Vtimas são dois homens e uma mulher. Outras três pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para atendimento hospitalar.Indexador: Jefferson Botega
Local foi isolado para perícia Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

28 de janeiro

Polícia Civil conclui inquérito sobre morte de Flávia. Em coletiva, afirma que a suspeita é de que a garota tenha sido assassinada porque o irmão, que tem envolvimento com o tráfico, mudou de facção no Presídio Central. Polícia afirma ainda que um adolescente, filho de líder do tráfico na região, segue sendo procurado por participação no crime.   

28 de janeiro- 19h45min

Um ônibus da linha 283 (Ipanema-Cavalhada) é incendiado na Vila dos Sargentos, na Zona Sul. O ataque aconteceu na Rua Geraldo dos Santos Moreira, no bairro Serraria.

28 de janeiro-21h10min

Dois homens são mortos a tiros próximo ao Hospital Vila Nova, na Zona Sul. O crime aconteceu na Rua Catarino Andreatta. Uma das vítimas teria ido até a porta de casa receber um amigo, que lhe ajudaria a fazer uma obra no local. Neste momento, criminosos, que chegaram em um carro preto, teriam descido e atirado diversas vezes.  As vítimas foram identificadas como Gerson Júnior Bussolo de Fraga, 29 anos, e José Augusto Freitas da Silva, 43 anos.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 28/01/2019 - Mortos na rua Catarino Andreatta.
Crime aconteceu na noite desta segunda-feira (28)Foto: Lucas Abati / Agencia RBS


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros