Brigada prende dois suspeitos de participar de assalto que culminou com a morte de empresário - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Vera Cruz14/07/2019 | 22h08

 Brigada prende dois suspeitos de participar de assalto que culminou com a morte de empresário

Homens seriam informante e motorista responsável pela fuga

GaúchaZH
GaúchaZH

A Brigada Militar (BM) prendeu na noite de sábado (13) dois suspeitos de participarem do assassinato do empresário Everton Schuh, de 44 anos, durante um assalto à sua padaria em Vera Cruz, na região central do Estado. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados. Conforme informações preliminares da Brigada Militar, um dos suspeitos, de 23 anos, seria o motorista do Chevrolet Corsa utilizado na fuga e comparsa do criminoso que disparou contra o empresário. 

O assassinato ocorreu quando um bandido invadiu a padaria Roque Schuh, anunciou o assalto e roubou dinheiro do caixa. A quantia ainda não foi confirmada. Por estar no local almoçando com a família, Schuh orientou que os clientes se protegessem. Logo em seguida, o ladrão teria fugido a pé por uma rua lateral e foi perseguido pelo empresário, que pegou o carro para alcançá-lo.

Leia mais
Após a morte de três brigadianos, policiais e familiares fazem caminhada contra violência 
Homem invade universidade com arma falsa em Canoas
Soldado do Exército é morto por colega dentro de batalhão em Sapucaia do Sul

Metros depois, em uma rua lateral, Everton encontrou o homem quando ele estava entrando em um carro para fugir. O bandido reagiu com um tiro, atingindo-o na cabeça. Um dos homens detidos no sábado havia abandonado o carro poucas horas após o assalto, e teria dado parte do roubo do veículo para se eximir da responsabilidade, de acordo com a BM. Entretanto, os policiais desconfiaram da versão e prenderam o homem. 

O outro homem foi preso no interior de Vera Cruz, e é apontado como a pessoa que informou aos assaltantes que os funcionários da padaria seriam pagos no sábado. Os dois homens foram presos em flagrante e apresentados na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Santa Cruz do Sul. A polícia ainda procura o terceiro envolvido, que seria o autor do disparo que vitimou o empresário. A BM já tem um suspeito, mas não divulga a identidade para não atrapalhar as investigações.

Nascido em Venâncio Aires, Everton era casado e pai de duas filhas. Além do negócio em Vera Cruz, tinha uma padaria também em Santa Cruz do Sul, município vizinho. Conforme informações da tia de Éverton, a professora aposentada Dóres Schuh Teixeira, o corpo foi velado na noite de sábado, e o enterro estava marcado para ocorrer ás 14h deste domingo.  

Nas redes sociais, os amigos e familiares de "Gucho" lamentaram a perda. No perfil do  CTG Candeeiro da Amizade, de Vera Cruz, onde o empresário foi patrono, foi publicada uma nota  mencionando que "Choramos a partida do nosso filho, amigo, irmão, pai, dançarino, tradicionalista, membro da patronagem e incentivador a tradição.  Fica o legado, fica os momentos compartilhados, fica o exemplo, fica a lembrança, fica o nó na garganta, fica a revolta, fica corações partidos, fica o consolo, fica a saudade...Falta a presença!"

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros