Soldado do Exército é morto por colega dentro de batalhão em Sapucaia do Sul - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Região Metropolitana14/07/2019 | 22h09Atualizada em 14/07/2019 | 22h09

Soldado do Exército é morto por colega dentro de batalhão em Sapucaia do Sul

Militar suspeito do crime foi preso por superiores logo após o ocorrido

Um soldado foi morto enquanto fazia o serviço de guarda do 18º Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército Brasileiro, em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana, na manhã deste sábado (13). Ele foi identificado como Talles Finger, 18 anos, que cumpria o primeiro ano de serviço militar e era natural de Campo Bom

O disparo que o matou foi atribuído a um colega, que foi preso dentro do quartel por superiores logo após o ocorrido. Em nota, o batalhão explicou que "foi aberto um inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias do trágico fato".

Questionado sobre como o incidente ocorreu e possibilidade de disparo acidental, o tenente responsável pela comunicação do batalhão informou que "qualquer suposição pode atrapalhar as investigações" e que não daria mais detalhes. O batalhão ainda disse que as informações serão disponibilizadas "o mais rápido possível",  assim que forem apuradas. 

Confira a nota do Exército:

O Comando do 18º Batalhão de Infantaria Motorizado (Sapucaia do Sul-RS) lamenta informar que na manhã de hoje (13 de julho) o Soldado TALLES FINGER, natural de Campo Bom-RS, veio a falecer durante o serviço de guarda ao quartel, fruto de um disparo de arma realizada por outro militar.

Foi aberto um Inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias do trágico fato, sendo que de imediato foi lavrada a prisão do militar que disparou a arma.

O Comando se junta à família neste momento de consternação e pesar, que está recebendo todo o apoio psicológico e espiritual.

COMANDO DO 18º BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros