Ladrões furtam 10 toneladas de ração do canil de São Leopoldo e abandonam dois animais - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Vale do Sinos02/10/2019 | 22h39Atualizada em 02/10/2019 | 22h39

Ladrões furtam 10 toneladas de ração do canil de São Leopoldo e abandonam dois animais

Além do alimento, que custou cerca de R$ 40 mil ao município, os criminosos levaram para o local dois cães doentes e machucados

Ladrões furtam 10 toneladas de ração do canil de São Leopoldo e abandonam dois animais Thales Ferreira/Prefeitura de São Leopoldo
Sacos de ração deixados durarão 15 dias, segundo a prefeitura Foto: Thales Ferreira / Prefeitura de São Leopoldo
GaúchaZH
GaúchaZH

Um crime peculiar chamou a atenção da comunidade de São Leopoldo na manhã desta quarta-feira (2). Durante a madrugada, cerca de 10 toneladas de ração para cachorros foram furtadas do canil municipal, localizado na Estrada do Socorro, no bairro Arroio da Manteiga. O alimento custou cerca de R$ 40 mil ao município. Os criminosos ainda deixaram dois cachorros doentes e machucados, que não estavam no canil, no local.

Segundo a prefeitura de São Leopoldo, os ladrões romperam a corrente em que estava cadeado o portão e entraram no canil. Depois disso, desligaram o alarme, arrombaram a porta da sala onde a ração estava armazenada e carregaram um caminhão com os sacos.

Leia mais
Detentos fogem do presídio estadual de Carazinho
Sem saber, morador auxiliou criminosos em fuga após assalto no norte do Estado, segundo BM
Polícia faz operação contra quadrilha que assaltou banco e disparou contra quartel da BM no norte do RS

Outros objetos do local não foram levados. Não havia ninguém no momento do crime. O prefeito Ary Vanazzi informou que já há indícios do veículo utilizado no furto.

— Há pistas sobre o caminhão, sobre os horários. Eles ficaram horas no local. É a primeira vez que isso acontece, um furto com essa envergadura — afirma o prefeito.

O alimento estava disposto em 400 sacos de 25 quilos e era produzido especialmente para uso dos cerca de 400 animais do canil municipal.

O estoque garantiria alimentação dos cães por cerca de cinco meses. Os ladrões deixaram uma pequena parte do total armazenado na sala especial. Conforme o chefe do Executivo, a quantidade que restou servirá somente para cerca de 15 dias de alimentação aos animais.

Durante a madrugada, cerca de 10 toneladas de ração para cachorros foram furtados do canil municipal, localizado na Estrada do Socorro, no bairro Arroio da Manteiga.
Corrente do portão de acesso ao canil foi cortadaFoto: Thales Ferreira / Prefeitura de São Leopoldo

— Repassamos o caso à Polícia Civil, que já instaurou procedimento, e já chamamos a perícia. Tivemos muitos ataques, arrombamentos e vandalismos nos últimos dias. Além disso, estamos concluindo a instalação de alarmes. Até novembro, todos os prédios públicos terão alarme para tentar impedir esses crimes — explica o secretário de Segurança Pública do Município, Carlos Santana.

Segundo Santana, o alarme que estava no local é de um sistema contratado junto a uma empresa privada, o qual foi rompido. O dispositivos de segurança — como alarmes — que o município está instalando são interligados com a Central de Monitoramento da Guarda Civil Municipal, e ainda não estavam funcionando no canil. A investigação sobre o caso é feita pela 2ª Delegacia da Polícia Civil de São Leopoldo.

— Tivemos conhecimento no final da manhã, imediatamente uma viatura e o Instituto-Geral de Perícias foram até o local para coletar informações. A investigação está em curso. No entanto, não vamos divulgar nenhuma informação no momento para não atrapalhar a apuração — afirma o titular da 2ª DP, delegado Rodrigo Zucco.


Ação planejada

A marca de ração não está disponível no mercado — é exclusiva da prefeitura. A administração municipal não prevê reposição do estoque, devido à falta de recursos, agravada com a sequência de furtos, arrombamentos e vandalismo que afetam serviços nas últimas semanas. Para Vanazzi, o furto foi planejado.

Durante a madrugada, cerca de 10 toneladas de ração para cachorros foram furtados do canil municipal, localizado na Estrada do Socorro, no bairro Arroio da Manteiga.
Dois cães foram deixados pelos criminososFoto: Thales Ferreira / Prefeitura de São Leopoldo

— Não foi isolado. É algo pensado. Eles deixaram ração somente para 15 dias. Agora vamos tentar fazer uma campanha de doação, porque não temos recursos para comprar de novo. É muito difícil repor esse valor em espaço curto de tempo, principalmente nessa situação financeira que estamos enfrentando — explica o prefeito.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros