Homem é assassinado a facadas no centro de Porto Alegre - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Homicídio23/12/2019 | 19h05

Homem é assassinado a facadas no centro de Porto Alegre

Vítima entrou em estabelecimento na Rua Dr. Flores ferida, pediu para ir ao banheiro, mas não resistiu e morreu no local

Homem é assassinado a facadas no centro de Porto Alegre Joyce Heurich/Agencia RBS
Local foi isolado por peritos, policiais civis e militares Foto: Joyce Heurich / Agencia RBS

Um homem de 39 anos morreu por volta do meio-dia dentro de um restaurante na Rua Dr. Flores, no Centro Histórico de Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, a vítima identificada como Carlos Eduardo Dornelles Franco, foi assassinada a facadas.

Leia mais
Polícia conclui que companheira ordenou morte de sargento da reserva em Novo Hamburgo
Suspeito de balear homem após confusão em shopping de Porto Alegre promete se entregar hoje à Polícia Civil

Conforme o dono do Rei da Alaminuta, Márcio Seleprim, Franco já chegou ao local ferido, pediu para ir ao banheiro e, antes de conseguir entrar no local, caiu no meio do estabelecimento que fica dentro da galeria A Nação.

— A gente trabalhava como dia normal e estava servindo almoço. Tinha gente com criança no restaurante, e ele chegou correndo da rua, sem camisa, só de meia e pediu pra usar o banheiro. E aí simplesmente caiu no chão e ficou agonizando. Corri e chamei a Brigada aqui na frente — explica o Seleprim.

Segundo a polícia, peritos constataram que Franco levou pelo menos seis facadas. Ainda não se sabe o local exato do ataque à vítima. Conforme o delegado Cassiano Cabral, o homem tinha mandado de prisão expedido pela Justiça contra ele e era integrante de um facção criminosa da Capital. Cabral também afirmou que nenhuma hipótese para o assassinato é descartada. Os agentes procuram imagens de câmeras de segurança e a apuração aponta que pelo menos duas pessoas tenham cometido o crime.

— Esse rapaz que foi esfaqueado tinha diversos antecedentes policiais, passagens criminais, no sistema penitenciário e teria ocorrido um desentendimento entre ele e os autores. Foi mencionado também que estaria devendo quantia para uma facção da qual pertence, mas isso é muito recente ainda — conclui o delegado.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros