Mulher morre no hospital após ser agredida com bomba de chimarrão em Porto Alegre - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Feminicídio09/01/2020 | 09h08

Mulher morre no hospital após ser agredida com bomba de chimarrão em Porto Alegre

Ex-companheiro, preso em flagrante pela BM, é o principal suspeito do crime na Zona Norte

Uma mulher de 34 anos foi morta na zona norte de Porto Alegre após ser agredida na manhã de domingo (5) com chutes e até mesmo golpes de bomba de chimarrão. Simone Ferreira, 34 anos, chegou a ser levada ao Hospital Cristo Redentor, mas não resistiu e morreu na segunda-feira (6) o feminicídio foi divulgado nesta quarta-feira (8).

Segundo a delegada Tatiana Bastos, o principal suspeito é o ex-companheiro da vítima. Para a Polícia Civil, o homem invadiu a casa de Simone no bairro Santa Rosa de Lima por volta das 7h, quando começou as agressões. Ele teria quebrado objetos da moradia e, depois, atacado Simone com chutes e garfadas. Por fim, segundo a polícia, golpeou a ex duas vezes com uma bomba de chimarrão.

— Ela gritou, pediu ajuda, e uma vizinha tentou intervir, mas ele acabou matando com duas estocadas de bomba de chimarrão — explicou a delegada em entrevista ao G1RS.

Em razão dos gritos durante a discussão, vizinhos acionaram a Brigada Militar, que chegou no local e conseguiu prender o homem em flagrante. Ele possui outros antecedentes criminais e permanece preso.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros