Policial federal reage a assalto e mata criminoso na zona norte de Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 
 

Bairro Jardim Itu-Sabará31/07/2020 | 09h10Atualizada em 31/07/2020 | 09h10

Policial federal reage a assalto e mata criminoso na zona norte de Porto Alegre

Agente estava em viatura discreta e atirou contra a dupla que tentou assaltá-lo

Policial federal reage a assalto e mata criminoso na zona norte de Porto Alegre Laura Becker / Agência RBS/Agência RBS
O crime aconteceu no bairro Jardim Itu-Sabará, na Capital Foto: Laura Becker / Agência RBS / Agência RBS

Um policial federal reagiu a um assalto e matou um criminoso no início da tarde desta quinta-feira (30). O caso aconteceu no bairro Jardim Itu-Sabará, na zona norte de Porto Alegre

Um vídeo obtido por GaúchaZH mostra dois homens se aproximando do veículo em que o policial está, um Sandero, às 12h22min. O carro estava estacionado na Rua Ary Tarragô. Um dos criminosos, usando roupa verde, aponta a arma para o agente. Um outro assaltante também se aproxima do veículo. De dentro do carro, o policial dispara, atingindo um dos ladrões. 

As imagens ainda mostram os dois criminosos correndo. Um deles, com moletom laranja, conseguiu fugir. O outro, já no chão, desloca-se para longe do agente, mas não resiste aos ferimentos. O policial desce do carro e retira arma que estava próxima do criminoso. Depois, volta para o Sandero, já em segurança, e ativa o freio de mão — que não havia sido acionado.

O vídeo ainda mostra os outros carros que passavam pela via desviando da ocorrência. Toda a ação levou menos de um minuto. A Polícia Federal (PF) confirmou que o agente trabalhava no momento do assalto e estava em uma viatura discreta.

Ainda de acordo com a PF, os mesmos ladrões são suspeitos de tentar roubar outro Sandero, minutos antes, na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia. O motorista, que dirigia para um aplicativo de viagem, foi baleado de raspão.

O suspeito morto ainda não teve o nome revelado. Ele tinha 26 anos e antecedentes criminais, conforme a PF.

O local do crime foi isolado para a realização de perícia. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) bloqueou o trânsito para auxiliar o trabalho dos investigadores. A rua foi liberada por volta das 16h.

O caso será investigado pela Polícia Federal. O policial e uma testemunha foram ouvidos nesta quinta-feira. Os veículos (a viatura e o carro particular) foram recolhidos para perícia. A arma do criminoso que morreu também foi apreendida.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros