Suspeitos por desaparecimento de jovem de 18 anos são presos por descumprimento de ordem judicial  - Polícia

Vers?o mobile

 
 

Soledade14/07/2020 | 09h19Atualizada em 14/07/2020 | 09h19

Suspeitos por desaparecimento de jovem de 18 anos são presos por descumprimento de ordem judicial 

Ministério Público solicitou prisão preventiva porque investigados foram vistos juntos, o que configura risco de interferência na produção de provas

Suspeitos por desaparecimento de jovem de 18 anos são presos por descumprimento de ordem judicial  Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Paula Chaiane Perin Portes morava com o pai em Soledade Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Após pedido do promotor de Soledade Bill Jerônimo Scherer, dois suspeitos de participação no desaparecimento de Paula Chaiane Perin Portes, 18 anos, foram presos preventivamente nesta segunda-feira (13) por descumprimento de ordem judicial. A dupla, junto com um terceiro suspeito, já havia sido presa temporariamente em junho mas foi posta em liberdade pelo judiciário em 2 de julho. 

De acordo com a polícia, eles estavam na casa em que a jovem desapareceu no norte do Estado. Segundo o promotor, a prisão foi solicitada porque os investigados "descumpriram, flagrantemente, a decisão judicial que proibiu que eles mantivessem entre si qualquer tipo de contato".

Neste domingo (12), foram vistos juntos na casa de um deles, o que configura risco de interferência na produção das provas. "É evidente que os investigados possuem total descaso para com o sistema de Justiça, porquanto demonstram, modo constrangedor, que não dão a menor importância às decisões judiciais que lhes impõe restrições", escreveu o promotor no pedido, salientando a necessidade de prisão para evitar maior prejuízo à produção de provas e, sobretudo, às chances de localização da jovem. A prisão foi solicitada ainda no domingo.

Paula desapareceu na madrugada do dia 11 de junho após ir a uma casa onde encontraria Micael Willian Rossi Ortiz, 22 anos. Antes disso, ela estava em um jantar com amigos jogando cartas. O delegado que investiga o caso, Marcio Marodin, considera que o jovem é a peça-chave para localizar Paula. Ortiz está foragido desde 16 de junho. Os investigadores já fizeram buscas por ele em Caxias do Sul, Marau, Victor Graeff, Pouso Novo e Soledade. Na avaliação do delegado, a maior dificuldade da investigação é chegar ao paradeiro de Paula e do foragido:

— Recebemos várias informações sobre o paradeiro dele. Todas checadas, mas não foi localizado — diz o delegado.

Paula teria chegado no imóvel para o encontro com Ortiz às 23h40min do dia 10 e saído, carregada, à 1h30min do dia 11. Câmeras indicam que duas pessoas estavam na casa quando Paula chegou: o dono do imóvel e Ortiz, com quem a jovem havia combinado de se encontrar. Depois, segundo o delegado, mais três homens chegam na residência e ficam apenas 40 minutos. A polícia considera que no imóvel estavam cinco homens, além de Paula. Quatro deles teriam saído com a jovem carregada.

Denuncie

Denúncias devem ser feitas ao telefone 197, da Polícia Civil, ou ao número (54) 3381-9250.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros