Preso morre em penitenciária de Canoas  - Polícia

Versão mobile

 
 

Sistema prisional10/08/2020 | 07h59Atualizada em 11/08/2020 | 18h12

Preso morre em penitenciária de Canoas 

Perícia ainda não concluiu se foi acidente ou homicídio 

Preso morre em penitenciária de Canoas  Marco Favero/Agencia RBS
Morte foi a terceira registrada na Penitenciária de Canoas (foto) desde a inauguração, em 2016 Foto: Marco Favero / Agencia RBS

A Penitenciária Estadual de Canoas (Pecan) registrou no sábado (8) a terceira morte de um detento desde que foi inaugurada, em março de 2016. Os dois primeiros casos foram assassinatos. Esse terceiro ainda está sendo investigado – a perícia não esclareceu se foi acidente ou homicídio. 

O homem encontrado morto é Daniel Osório da Silva Vasconcelos, 50 anos, que cumpria prisão preventiva por suspeita de abuso e violência doméstica. Ele cumpria pena numa cela junto com outros seis detentos. A morte ocorreu por volta das 14h. Os próprios apenados é que avisaram os agentes penitenciários de que o preso passava mal, estava com convulsões, segundo registra a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). 

Vasconcelos não era ligado a qualquer facção. A Susepe informa que, segundo perícias iniciais, ele teria um ferimento interno na traquéia, que pode ter sido acidental ou homicídio. O delegado regional da Polícia Civil em Canoas, Mário Souza, ressalta que mortes de presidiários não são comuns e até o momento toda hipótese é investigada. 



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros