Quatro comerciantes são presos por suspeita de furto de energia elétrica em Gravataí - Polícia

Versão mobile

 
 

Região Metropolitana25/08/2020 | 09h16Atualizada em 25/08/2020 | 09h16

Quatro comerciantes são presos por suspeita de furto de energia elétrica em Gravataí

Ação da Polícia Civil e Guarda Municipal descobriu que foi montada uma rede clandestina na região

Quatro comerciantes são presos por suspeita de furto de energia elétrica em Gravataí Polícia Civil/Divulgação
Ação deteve proprietários de uma fruteira, tornearia, pedreira e de uma loja que vende pedras Foto: Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil e a Guarda Municipal realizaram uma operação nesta segunda-feira (24) e prenderam em flagrante quatro comerciantes que atuam nas regiões de Morungava e Mato Fino, em Gravataí. Os proprietários de uma fruteira, tornearia, pedreira e de uma loja que vende pedras são suspeitos de furto de energia elétrica. 

O delegado Márcio Zachello, titular da 1ª Delegacia de Polícia de Gravataí, diz que os técnicos da distribuidora RGE constaram a existência de uma rede clandestina de energia elétrica que alimentava os quatro estabelecimentos comerciais. 

Os nomes dos presos não foram divulgados. A polícia diz que outros investigados também utilizavam a energia elétrica disponibilizada de forma irregular por esta rede clandestina. 

A vistoria da empresa e a investigação da polícia irão continuar durante toda a semana. Os agentes e a distribuidora estão mapeando vários pontos suspeitos de furtar energia, inclusive outros estabelecimentos comerciais do município.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros