Polícia apura se traficantes presos em Canoas faziam telentrega de drogas para estudantes - Polícia

Versão mobile

 
 

Operação Anjos da Lei17/01/2021 | 12h47Atualizada em 18/01/2021 | 15h06

Polícia apura se traficantes presos em Canoas faziam telentrega de drogas para estudantes

Dois homens foram presos e um adolescente apreendido após montarem ponto de venda de entorpecentes ao lado de escola

Polícia apura se traficantes presos em Canoas faziam telentrega de drogas para estudantes Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Maconha e cocaína foram apreendidas pelos policiais durante a operação realizada neste sábado Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

A Polícia Civil prendeu dois traficantes e apreendeu um adolescente na madrugada deste sábado (16) no bairro Guajuviras, em Canoas. Eles haviam montado há alguns dias um ponto de venda de drogas ao lado de uma escola na região. Além disso, após a obtenção de várias provas durante o monitoramento realizado pelos agentes, foi instaurado inquérito para apurar se o grupo estava fazendo telentrega para estudantes durante o período de férias.

A ação faz parte de uma operação permanente que ocorre há cerca de 10 anos, batizada de Anjos da Lei. O delegado Rodrigo Caldas, titular da 3ª Delegacia da Polícia Civil da cidade, diz que foi possível comprovar que comercializavam crack e cocaína para pessoas que chegavam ao local. Além disso, os policiais, por meio de áudios obtidos, confirmaram indícios de que os três também atendiam consumidores por meio de contatos por telefone. 

O diretor da 2ª Delegacia Regional Metropolitana, delegado Mario Souza, destaca que a legislação prevê maior rigor na punição de traficantes que atuam no entorno de escolas. Segundo ele, essas ações irão ocorrer mesmo em período de férias, já que criminosos costumam montar pontos de venda de entorpecentes nas proximidades de colégios para buscar mais consumidores e possíveis vendedores entre os estudantes.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros