MP denuncia suspeitos de matar PM durante tentativa de roubo de veículo em Gravataí - Polícia

Versão mobile

 
 

Latrocínio20/05/2021 | 07h00Atualizada em 20/05/2021 | 07h01

MP denuncia suspeitos de matar PM durante tentativa de roubo de veículo em Gravataí

Além de adolescente apreendido, dois homens foram presos pela morte de Cristian da Rosa Oliveira ocorrida em março

MP denuncia suspeitos de matar PM durante tentativa de roubo de veículo em Gravataí Brigada Militar / Divulgação/Divulgação
Soldado Cristian da Rosa Oliveira, 36 anos, foi morto dentro do próprio carro dia 17 de março deste ano Foto: Brigada Militar / Divulgação / Divulgação

O Ministério Público (MP) divulgou na manhã desta quarta-feira (19) a denúncia contra dois homens suspeitos do latrocínio do soldado da Brigada Militar (BM) Cristian da Rosa Oliveira, 36 anos. O crime ocorreu dia 17 de março deste ano, quando a vítima estava dentro do veículo estacionado em uma via pública do bairro Morada do Vale II, em Gravataí. Os dois denunciados e mais um adolescente tentaram roubar o carro do PM. Como não conseguiram, atiraram em Oliveira e fugiram levando a arma e os documentos dele. Um dos criminosos foi baleado. Em menos de uma semana, os três foram localizados pela polícia.

Leia mais
Policial militar é morto a tiros em Gravataí
Polícia identifica todos os quatro ladrões de veículos envolvidos no latrocínio de PM em Gravataí
O que se sabe até o momento sobre assassinato de policial militar em Gravataí

Os homens, ambos de 19 anos, foram denunciados na terça-feira (18) pela promotora Aline Baldissera. Segundo ela, a dupla que participou diretamente do crime responde por latrocínio e corrupção de menor, e um deles responde também por fraude processual e incêndio criminoso pelo fato de colocar uma placa falsa e incendiar o carro usado no assalto.

Na época do fato, o delegado Guilherme Calderipe, da 2ª Delegacia de Polícia da cidade, diz que os três investigados abordaram a vítima no momento em que ela estava dentro do próprio carro estacionado. Como o PM reagiu, mesmo sentado no banco do motorista, e atirou em um dos denunciados, o adolescente teria saído do veículo em que estava a quadrilha e foi até a janela do passageiro, no automóvel de Oliveira. Ele atirou e matou o brigadiano.

Latrocínio de PM em Gravataí
Local onde houve o latrocínio do PM, no bairro Morada do Vale IIFoto: Alfredo Pereira / RBS TV

O três investigados fugiram sem levar o carro, mas roubaram a arma e os documentos do policial. O adulto baleado foi medicado pela própria namorada.

Leia mais
Adolescente envolvido na morte de policial militar em Gravataí se apresenta à delegacia
Polícia Civil prende dois suspeitos de envolvimento na morte de PM em Gravataí

Um suspeito também foi apontado pela polícia por ter escondido a arma dos investigados.

Oliveira atuava no 26º Batalhão da BM, em Cachoeirinha, mais precisamente no setor de inteligência, e era natural de Porto Alegre. Em junho, completaria 15 anos na corporação. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros